Petrobras quer vender 37,5% da BR Distribuidora e pretende conseguir R$ 11,5 bi

Prospecto enviado à Comissão de Valores Mobiliários informa que serão ofertados 436,8 milhões de ações

Petrobras quer vender fatia da BR Distribuidora
Foto: Fernanda Capelli
Petrobras quer vender fatia da BR Distribuidora

A Petrobras anunciou nesta quinta-feira aos acionistas e ao mercado que protocolou junto à Comissão de Valores Mobiliários o pedido de oferta pública secundária (follow on) para a venda de ações ordinárias de emissão dos papéis da Petrobras Distribuidora (BR).

A estatal tem hoje 37,50% no capital social da maior distribuidora de combustíveis do país.

De acordo com o prospecto, serão ofertados 436,8 milhões de papéis, que podem levantar R$ 11,5 bilhões, com base na cotação de R$ 26,42, registrada no fechamento do dia 16 de junho.

Você viu?

O preço por ação será fixado após a conclusão do procedimento de coleta de intenções de investimento com investidores institucionais, no próximo dia 30.

O pedido de registro da Oferta encontra-se atualmente sob a análise da CVM, estando a Oferta sujeita à sua prévia aprovação. Não será realizado nenhum registro da Oferta ou das Ações em qualquer agência ou órgão regulador do mercado de capitais de qualquer outro país, exceto no Brasil, junto à CVM.

Em 2019, a estatal vendeu fatia de 33,7% na BR, gerando pouco mais de R$ 9 bilhões. A venda das ações da BR faz parte do plano de desinvestimento da companhia, estimado entre US$ 25 bilhões e US$ 35 bilhões até 2025. Além das ações na BR, a Petrobras pretende vender ainda sua participação na Gaspetro e em refinarias.