Bolsonaro culpa Petrobrás por preços e promete zerar imposto federal no diesel

Apesar de negar influência nas decisões da estatal, o presidente disse que "alguma coisa vai acontecer na Petrobras nos próximos dias"

Bolsonaro na live desta quinta-feira (18)
Foto: Bolsonaro Live 18-02
Bolsonaro na live desta quinta-feira (18)

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse hoje (18), durante sua tradicional live às quintas-feiras, que a  alta nos preços dos combustíveis é de culpa exclusiva da Petrobrás, e afirmou que vai zerar o imposto federal no diesel por dois meses.

"A partir de 1º de março não haverá qualquer imposto federal no diesel. Nesses dois meses, vamos estudar uma maneira definitiva de zerar esse imposto até para ajudar a contrabalancear esse aumento excessivo da Petrobras", disse. 

O presidente voltou a afirmar que não tem o poder de interferir na estatal. O governo federal só é responsável pelos impostos Cide, PIS/Pasep e Cofins, uma vez que o ICMS é de competência do estado.

Na semana passada, a Petrobras anunciou que a gasolina subirá, em média, 8,1% (ou R$ 0,17) passando para R$ 2,25 por litro. Já o diesel, aumentará 5,1% (R$ 0,11), indo a R$ 2,24 por litro. O GLP (gás liquefeito de petróleo) sobe 5,05% (R$ 1,81 por botijão).