Tamanho do texto

Aumento na procura por consórcios acontece pela variedade de opções que o consorciado tem para utilizar seus créditos na contratação de serviços

Cirurgias plásticas estão entre os serviços mais procurados pelos usuários de consórcios
Divulgação/Saudicas
Cirurgias plásticas estão entre os serviços mais procurados pelos usuários de consórcios

Entre os meses de janeiro e julho de 2016, a procura por novas cotas de consórcios no setor de serviços aumentou 50% na comparação com o mesmo período no ano passado. Somente no mês de julho, houve crescimento de 20% na comparação com julho do ano passado. O número de participantes ativos saltou de 28,5 mil para 35 mil, crescimento de 22,8%. As informações são da pesquisa da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac). 

LEIA:  Teto de gastos para saúde e educação valerá a partir de 2018, diz Meirelles

Paulo Roberto Rossi, presidente da entidade, considera que o aumento na procura pelos consórcios acontece por conta da variedade de opções que o consorciado tem para utilizar o crédito na contratação de serviços. Além disso, o baixo custo também seria uma característica importante.

“A versatilidade dos consórcios de serviços tem sido considerada como diferencial pelos consumidores”, disse Rossi. O presidente também observou que, quando contemplado, o consorciado tem a opção de alterar o serviço contratado inicialmente ou até mesmo ampliá-lo, fazendo o uso dos créditos de diferentes maneiras.

LEIA MAIS:  Número de novas empresas é o maior desde 2010, diz Serasa Experian

Foram contemplados, no mês de julho, 6,15 mil participantes – número 32,3% maior do que o registrado no mesmo mês do ano passado, sendo que o volume de crédito aumentou 32,4%, passando de R$ 25,89 milhões para R$ 34,27 milhões. A maioria das pessoas escolheu usar o dinheiro para os serviços em residências. Essa modalidade atingiu 63,1%, seguida pela área saúde e estética (17%). O predomínio neste segmento é de cirurgias plásticas e, no que diz respeito às festas ou eventos, essa escolha foi feita por 6,4% dos participantes.

Reparação de veículos (2,2%); turismo (1,9%); serviços odontológicos (1,8%) ; serviços educacionais( 1,1%); serviços oftalmológicos (0,2% ) foram as outras utilizações mais comuns do serviço. 

LEIA TAMBÉM:  Alimentação contribui para desaceleração da inflação medida pelo IPC-S

A Abac diz que o conjunto "outros" destas modalidades de consórcios inclui serviços advocatícios; de aração de solo; assessoria financeira; assessorias diversas; aulas particulares; consertos em geral; criação de identificação visual em comunicação; corte e dobra de chapas; curso de autoescola; curso de piloto; desenvolvimento de sistemas; estofamento; fotografia; informática; instalações; locação de veículos; mecânica; montagens; mudanças; pintura de veículo; segurança; telecomunicações; treinamento e terraplanagem.

*Com informações da Agência Brasil

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.