Tamanho do texto

As mentes de empreendedores são rápidas e criativas, mas também estão sujeitas a distrações; veja os motivos mais comuns para tentar evitá-los

Empreendedores espertos tentam se ligar no autoconhecimento: saiba o que te distrai e foque em eliminar do seu dia
iStock
Empreendedores espertos tentam se ligar no autoconhecimento: saiba o que te distrai e foque em eliminar do seu dia

O cérebro de empreendedores é uma ferramenta maravilhosa e perigosa ao mesmo tempo. Eles pensam de maneira criativa e rápida, independentemente se for para resolver um problema ou para matar tempo em uma fila de supermercado.  Também não têm medo de explorar as diferentes opções encontradas em seu caminho profissional, o que significa que, normalmente, estão pensando sobre três ou quatro coisas simultaneamente.  

Mas, quando combinam três tarefas em suas cabeças, os empreendedores acabam tendendo a se distrair (quem nunca, não é mesmo?), deixando de focar no que realmente interessa. Pode ser algo bastante humano – mas esse problema de distração acaba sendo evidente entre os profissionais com este perfil. E, por mais inocente que possa parecer uma “pequena distração”,  o resultado final de um projeto, por exemplo, pode ser negativamente impactado.

Existem algumas motivações por que um empreendedor acabam fugindo do foco. O site Entrepreneur cita 7 delas. Veja quais são e porque você deve evitá-las para ser mais concentrado e bem sucedido. 

1. Comunicação em excesso

Pessoas precisam de você. Elas querem sua opinião no trabalho. Elas necessitam de ajuda para fazer decisões. Precisam de sua aprovação final. Algumas vezes, funcionários e colegas apenas desejam que você seja parte de uma discussão.  E se você deixar seu computador e seu telefone conectados à internet, estará envolvido em diferentes conversas ao longo do dia. Fazendo o que? Se desconcentrando. 

Uma das melhores soluções para esse problema poderá te surpreender: desligue todos os meios de comunicação. Isso mesmo, tenha coragem. Afinal, caso um acontecimento não seja emergência, outros membros da equipe poderão seguir seu próprio caminho. Faça uma agenda semanal/diária em que tenha tempo para ficar sozinho, se concentrar no seu próprio trabalho. Vai te fazer bem. 

2. O “hoje” distrai  

Quando empreendedores estão muito preocupados com o que acontece “aqui e agora”, podem acabar se esquecendo de objetivos finais, de metas mais distantes para  seu negócio. O futuro também importa. Ficar preso apenas em metas de curto prazo pode ser consequência de decisões muito emocionais. Outras vezes, pode ser resultado de uma reflexão de curto prazo. Independentemente do motivo, estará tão focado no hoje que poderá perder a visão do amanhã.

Claro que pode ser mais fácil consertar um problema “com fita adesiva”, mas pode ser que a causa disso volte em breve. Por que, então, não tentar algo que realmente solucione a questão? 

3. Futuro também é distração

Pode parecer incoerência, mas não é: como empreendedor, você não deve se esquecer de olhar o hoje também (mas, não poderá deixar de olhar o horizonte mais distante...). É importante saber equilibrar.

O que acontece é que, ao focar demais para metas de longo prazo, se distrairá do “aqui e agora”, o que também não é bom. Por exemplo, se você está olhando como sua empresa será rentável nos próximos três, cinco anos, pode não perceber que seu fluxo de caixa está sofrendo um grande impacto. Se você ignorar os problemas de curto prazo, eles podem impedir que nunca cheque aos estágios finais. 

4.  Função “bombeiro”

Problemas aparecem de todos os lados. Em qualquer dia da semana. Por isso, como empreendedor, pode precisar enfrentar a falta de comunicação interna entre funcionários, ou um cliente insatisfeito (e bastante bravo), um deadline não respeitado etc etc. Desse modo, pode ser que acabe cumprindo uma função de “bombeiro”, sempre precisando pagar incêndio na empresa.

+ Empreendedores devem evitar essas 8 ideias se querem ter sucesso

 Existem problemas significantes que demandam sua atenção imediata, e já que você é o líder, tende a querer resolver todos. Contudo, se você não confiar, não aprender a selecionar profissionais de quem pode esperar soluções eficientes, nunca conseguirá progredir no seu trabalho atual.

5. Trabalho delegado

Entenda uma coisa: empreendedores não podem se distrair com pequenas tarefas, tais como a conclusão de uma pesquisa, a introdução de novos dados em planilhas diversas, a elaboração de e-mails. Muitos empresários se orgulham de continuar cumprindo esse tipo de função. Mas é perda de tempo.

Para se concentrar em coisas mais importantes, é necessário saber delegar tarefas, explorar as inteligências e eficiências de funcionários. 

6.  Estratégias ineficientes

Você pode perder o foco por estratégias que são ineficientes em sua natureza, como aquelas de publicidade tradicionais. Busque se modernizar, atualizar seus conhecimentos em marketing e finanças. Abra sua mente para outras possibilidades e não tenha medo, nunca, de aprender algo novo. 

7.  Sem tempo

Bobagem? Não. É papo sério. A maior parte dos itens nessa lista tem fontes externas para sua distração. Porém, você também deve se lembrar de que sua empresa pode te distrair da sua vida pessoal – e isso também não é o ideal.  
Se você é está tão obcecado em fazer sua empresa ser um sucesso, pode perder oportunidades de ficar próximo de amigos, da família e até mesmo da sua saúde pessoal. Tire um tempo longe do trabalho para se socializar, para descansar e repor as energias de vez em quando. 

+ 8 coisas que empreendedores devem fazer diariamente para melhorar desempenho

Não há nenhuma maneira fácil ou “mágica” para resolver motivos que te levam à perda de foco, especialmente com uma mente tão ativa como a sua. Todavia, estar ciente de suas distrações mais problemáticas é uma boa maneira de começar.

Empreendedores espertos tentam se concentrar no autoconhecimento também. Faça listas e siga-as com precisão, anotando ideias para seguir depois; aprenda a delegar e a eliminar distrações indesejadas, sempre se lembrando de olhar para seus objetivos a curto prazo e a longo prazo.

    Leia tudo sobre: Empreendedorismo