Tamanho do texto

Procon-SP constata queda de 0,78% na cesta básica paulistana; produtos do grupo Higiene pessoal apresentaram a maior queda entre 9 e 15 de setembro

Preço médio da cesta básica no município de São Paulo caiu de R$ 701,30 para R$ 695,81
Agência Brasil
Preço médio da cesta básica no município de São Paulo caiu de R$ 701,30 para R$ 695,81

O valor da cesta básica no município de São Paulo registrou queda de 0,78%, no período de 9 a 15 de setembro. De acordo com a pesquisa diária da Fundação Procon-SP, em convênio com o Dieese, o preço médio caiu de R$ 701,30 para R$ 695,81.

LEIA MAIS: Alta nos preços dos alimentos impacta custo de vida em São Paulo

Os três grupos majoritários do levantamento apresentaram queda, com Higiene Pessoal (-3,47%) puxando a fila, seguido por Limpeza (0,91%) e Alimentação (0,52%). A variação acumulada  no mês de setembro ficou em 0,12% ante o último dia do mês anterior.

LEIA MAIS: Conheça os cuidados que você deve ter ao usar o cartão de crédito

No período de 9/9/16 a 15/9/16, os produtos que mais subiram foram: Margarina - 250g (5,65%), Farinha de mandioca torrada - 550g (5,05%), Biscoito maisena - pacote 200g (3,48%), Biscoito recheado - pacote 130/150g (3,45%) e Leite em pó integral - 400g (2,65%).

Já as maiores quedas foram nos preços do Papel higiênico fino branco - com 4 unidades (- 9,14%), da Batata - kg (- 6,38%), do Leite UHT - litro (- 6,34%), do Sabão em barra - unidade (- 4,27%) e do Queijo muçarela fatiado - kg (- 3,66%)

LEIA MAIS: 5 dicas de educação financeira para um orçamento doméstico saudável

Quedas de peso

Dos 39 produtos pesquisados, na variação semanal, 18 apresentaram alta, 18 diminuíram de preço e três permaneceram estáveis. Os produtos que mais pressionaram a queda no período, considerando os respectivos pesos na cesta, foram nesta ordem: Leite UHT (litro), Papel higiênico fino branco (com 4 unidades), Queijo muçarela fatiado (kg), Carne de segunda sem osso (kg) e Batata (kg). Para conferir a variação individual de todos os produtos da cesta básica, clique aqui

Alimentos impactam no custo de vida em São Paulo

Saindo um pouco da esfera da cesta básica, o aumento nos preços dos alimentos e das bebidas exerceu o maior impacto na alta no custo de vida na Região Metropolitana de São Paulo no mês de julho, que cresceu 0,38% se comparado com o mês de julho, quando foi registrada alta de 0,34%, segundo pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Considerando o total acumulado de janeiro a julho, a elevação do custo de vida saiu de 4,80% e atingiu o patamar de 9,24% nos últimos 12 meses.