Tamanho do texto

A crise pode mostrar boas oportunidades para algumas áreas, mas também existem setores que antes eram promissores e agora estão em baixa; confira

Brasil Econômico

A engenharia civil é uma das profissões que estão em baixa por conta da crise, que reduziu o número de lançamentos
Reprodução
A engenharia civil é uma das profissões que estão em baixa por conta da crise, que reduziu o número de lançamentos

Apesar da crise econômica apresentar também algumas oportunidades, é normal que o momento faça com que muitas profissões fiquem em baixa. No Brasil, existem muitos profissionais que estão perdendo espaço em suas carreiras. 

LEIA:  Nove dicas para promover pequenos negócios com a ajuda das mídias sociais

As profissões que estão em baixa no momento variam muito entre si. É possível encontrar desde cargos de gerência até áreas da engenharia. Confira abaixo algumas dessas profissões e entenda o motivo pelo qual estão passando por dificuldades: 

1) Engenharia civil 

O profissional de engenharia civil faz a gerência de projetos de construção e de infraestrutura. A queda no setor acontece justamente porque o mercado imobiliário é uma das áreas que mais foram afetadas pela crise econômica. Houve queda no número de lançamentos e muitos escândalos políticos relacionados às empresas do segmento, o que também exerce influência negativa e dificulta a estabilização do mercado. 

2) Engenharia de petróleo

Além da engenharia civil, a de petróleo também passa por um momento difícil no Brasil. O profissional da área trabalha na descoberta de poços de petróleo, além da exploração dos mesmos. Ele trabalha em petrolíferas, indústrias petroquímicas e refinarias. 

LEIA MAIS:  Muito estresse por aí? Veja 11 técnicas para lidar com a pressão

O setor não é uma boa opção para o momento porque o mercado de petróleo está passando por dificuldades, não somente no Brasil, mas também no resto do mundo, devido ao preço reduzido pelo qual o barril está sendo vendido. Além disso, o profissional brasileiro também tem outro agravante, que é a crise da Petrobras. 

3) Análise de projetos

Os analistas de projetos são muito importantes na performance de uma companhia, pois são os profissionais responsáveis por gerir os gastos e prazos de um projeto, bem como os caminhos necessários para chegar até o resultado esperado. 

LEIA TAMBÉM:  Aprenda a administrar sua carreira como um CEO

Apesar disso, a profissão está em baixa no momento. Isso porque as empresas veem a oportunidade de reduzir custos a partir do corte de alguns projetos, diminuindo a necessidade de contar com profissionais da área. As companhias, atualmente, estão tirando investimentos que visam o aumento na produção, por exemplo, assim fazendo com que o analista de projetos perca espaço no mercado.