Tamanho do texto

Quem disse que o candidato não pode conduzir a entrevista junto do recrutador? Veja as perguntas que os funcionários não podem deixar de fazer

Brasil Econômico

Candidatos não só podem, como devem fazer perguntas durante entrevistas de emprego
iStock
Candidatos não só podem, como devem fazer perguntas durante entrevistas de emprego

Durante uma entrevista de emprego, o candidato é o entrevistado, mas nada impede que ele também seja o entrevistador. Aliás, é altamente recomendado que ele assuma essa postura e faça perguntas sobre a empresa para ter certeza de que se tornar um de seus funcionários é realmente uma boa ideia. Diante disso, o site Business Insider formulou cinco perguntas brilhantes que qualquer candidato pode fazer ao recrutador durante a entrevista de emprego. Elas podem até não ser respondidas inteiramente, mas, com certeza, lhe dará informações sólidas sobre seu próximo chefe, equipe, ou empresa.

+ Entrevista de emprego no meio do expediente? Saiba o que dizer e o que evitar

1) Estou me candidatando a uma vaga ou a um cargo criado recentemente?

É importante saber se você está se cadidatando a uma posição que está vaga ou a uma vaga que foi criada recentemente. Se você descobrisse durante a entrevista de emprego que a vaga para a qual se candidatou já foi ocupada por quatro pessoas diferentes nos últimos quatro anos, você não pensaria duas vezes antes de aceitar a proposta? Nesse caso, não seria importante perguntar por que tantas pessoas assumiram e deixaram o cargo nos últimos tempos? É uma questão pertinente e que deve ser levantada. Talvez você não tenha repostas completas e convincentes, mas conseguirá perceber se alguma parte da história está sendo omitida.

2) Qual é a taxa de rotatividade de pessoal?

É totalmente compreensível que um candidato se interesse em obter essa informação e faça essa pergunta. Se você fizer essa indagação de maneira confiante, em um tom que não seja acusatório, você vai mostrar que é é cauteloso e toma decisões de forma estratégica. Todo bom recrutador respeita esse traço de personalidade em um candidato.

Caso você faça essa pergunta e descubra que a rotatividade de pessoal é muito alta, você não só pode, como deve perguntar (novamente, de uma maneira que não pareça que você está atacando o entrevistador ou a empresa) a quais motivos é atribuído esse número. Outra pergunta a ser feita é se a empresa tem algum plano ou estratégia para reverter esse quadro.

Atenção: altas taxas de rotatividade podem estar vinculadas a problemas com a gestão, ambiente de trabalho estressante, falta de reconhecimento dos funcionários e até aumentos de salário vergonhosos.

3) Os funcionários costumam sair para almoçar ou comem em suas mesas?

Embora pareça uma pergunta estranha, você não deve ter vergonha de fazê-la, porque ela pode mostrar o quão amistosos e conectados são seus futuros colegas de trabaho, e quão tranquilo é o ambiente de trabalho.

Funcionários que nunca fazem intervalos para almoçar são infelizes e estão sempre cansados. Definitivamente, esse é um ponto que deve ser levado em consideração, especialmente se você é do tipo que não gosta de ficar acorrentado à mesa de trabalho o dia inteiro, todos os dias.

+ Veja como ganhar pontos na entrevista de emprego

4) Como vai a empresa (financeiramente)?

É absolutamente normal (e importante) indagar sobre a saúde financeira da empresa para a qual você pode vir a trabalhar, especialmente se você não conseguir ter acesso a essa informação por meio de buscas realizadas na internet. Centenas de trabalhadores perdem seus empregos abruptamente, semanas ou meses após a admissão, por causa de queda nos lucros, perda de um cliente importante ou falência repentina - da qual o candidato não estava ciente antes da contratação.

5) Você tem alguma dúvida em relação às minhas qualificações?

Essa é uma pergunta assustadora para muitas pessoas porque elas temem que a resposta seja "sim". No entanto, é uma pergunta importante a ser feita porque se o recrutador tiver dúvidas se deve contratar ou não o candidato, não haverá oportunidade melhor - senão durante a entrevista de emprego - para ele esclarecer qualquer dúvida, dissipar qualquer preocupação ou exterminar qualquer incerteza que o entrevistador tenha em relação à contratação.

Enfim, você também deve ser o condutor da entrevista de emprego. Afinal de contas, ninguém se importa mais em conseguir um ótimo emprego do que você. Portanto, faça as perguntas que precisam ser feitas.