Brasil Econômico

Brasil Econômico

undefined
Rafael Neddermeyer/fotos públicas
Queda nas vendas dos supermercados no mês de junho foram de 2,01%

Considerando o acumulado do primeiro semestre de 2016, as vendas concretizadas nos supermercados em funcionamento no Estado de São Paulo apresentaram uma queda real de 2,56%, na comparação com o mesmo período no ano anterior. Levando em consideração somento o mês de junho, a queda registrada foi de 2,01%, comparando com igual mês no ano de 2015. As informações foram divulgadas pela Associação Paulista de Supermercados (Apas).

LEIA: Sonha em fazer estágio? Veja 11 dicas espertas para conquistar a vaga dos sonhos

Na avaliação dos indicadores que considera apenas os supermercados  que já operam em período superior a um ano, a diminuição nas vendas foi menor. A queda registrada chegou a 2,19% nos seis primeiros meses do ano, se comparados com o primeiro semestre do ano anterior. Analisando somento o mês de junho, o recuo apresentado entre estes pontos de venda chegou a 2,35%.

As informações divulgadas pela Associação Paulista de Supermercados já leva em consideração a inflação registrada durante o período de análise. Neste caso, a medição dessa inflação é realziada pelo Índice de Preços dos Supermercados (IPS). O cálculo é executado em conjunto pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) e pela Apas. 

LEIA MAIS: 14 sinais de que você não está no emprego certo

Rodrigo Mariano, gerente de economia da Associação Paulista de Supermercados, se manifestou por meio de nota, dizendo que as vendas no mês de junho seguiram pressionadas por um consumo reduzido das famílias brasileiras. No entanto, Mariano afirma que o segundo semestre possui uma expectativa de melhora no desempenho. A Associação acredita que a desaceleração da inflação e do desemprego seja capaz de fazer com que resultados mais positivos sejam alcançados.

Faturamento

Apesar da redução nas vendas, os pontos do Estado de São Paulo apresentaram alta no faturamento do primeiro semestre do ano. Na comparação com o mesmo período em 2015, o crescimento registrado chegou a 10,59% – no índice que avalia apenas os pontos de venda que já funcionam em período superior a um ano. 

LEIA TAMBÉM: 8 coisas que empreendedores devem fazer para melhorar desempenho

Também é possível verificar crescimento no índice na comparação de junho deste ano com o mesmo mês no ano anterior. Neste caso, o aumento foi ainda maior, de 11.11%. Quando avaliados todos os supermercados, o crescimento verificado chega a 10,17% no primeiro semestre.

*Com informações da Agência Estado

    Veja Também

    Mais Recentes

      Mostrar mais

      Comentários