Tamanho do texto

Foram fechados apenas na região Sudeste 35.327 estabelecimentos, de acordo com a Confederação Nacional de Comércio; acompanhe os dados

Foram fechados apenas na região Sudeste 35.327 estabelecimentos, de acordo com a pesquisa da CNC
Valter Campanato/Agência Brasil
Foram fechados apenas na região Sudeste 35.327 estabelecimentos, de acordo com a pesquisa da CNC

Os empresários brasileiros fecharam 166,9 mil lojas do setor de varejo ao longo de 2015 e durante o primeiro semestre de 2016, informou nesta terça-feira (2) a Confederação Nacional de Comércio (CNC). De acordo com dados do levantamento realizado pela CNC, 67,9 mil lojas foram fechadas nos primeiros seis meses de 2016. Em 2015, 99 mil lojas fecharam as portas.

LEIA MAIS: Varejo paulista encerra 46,7 mil postos de trabalho no primeiro trimestre

Embora os indicadores de confiança no comércio tenham apresentado uma melhora desde o mês de maio, a CNC estima uma queda de 10,6% das vendas do varejo em 2016, resultado pior que o recuo de 8,6% em 2015.

Impactos

Foram fechados apenas na região Sudeste 35.327 estabelecimentos, de acordo com a pesquisa, que considera apenas as lojas de varejo cujos trabalhadores tenham vínculo empregatício. A CNC ainda não fez previsões para o segundo semestre, mas não descarta a possibilidade de o número de lojas fechadas em 2016 ultrapassar o de 2015. 

LEIA MAIS: Vendas do varejo sofrem queda de 12,9% no Estado de São Paulo, diz ACSP

Os hipermercados e supermercados são os mais atingidos. Segundo Fábio Bentes, da divisão econômica da CNC, o "varejo não conseguirá reagir de forma pungente se o setor de supermercados não reagir junto". Também não se sabe se haverá uma reversão do quadro de alta dos preços nos próximos meses, o que seria essencial para acelerar a melhora do varejo no segundo semestre.

Expectativas negativas

A CNC ressaltou que o comércio deve perder 267,2 mil postos de trabalho em 2016 (em 2015, foram 278,5 mil) e que o Dia dos Pais e o Natal devem registrar piora nas vendas.

* Com informações do Estadão Conteúdo