A partir desta terça-feira (5) as passagens de ônibus do Sistema de Transporte Intermunicipal Rodoviário de Passageiros sofrerão reajuste de 9,56%, de acordo com autorização da Agência de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp). O aumento foi justificado pela agência como uma recomposição de custos operacionais do sistema e considerou as variações de itens como o diesel, que subiu 10,28%, além do reajuste de 9,33% dos salários da categoria. Outro componente é o preço dos ônibus suburbanos e rodoviários novos, que sofreram alta de 16,23% e 22,32%.

LEIA MAIS: Companhia aérea pagará indenização por não servir refeição judaica a passageiro

undefined
Divulgação/ Artesp
Aumento das passagens foi justificado como uma recomposição de custos operacionais do sistema

No início do mês também entraram em vigor os reajustes das tarifas de pedágio das rodovias estaduais paulistas que, segundo a Artesp, tiveram aumento de acordo com a inflação (9,32%). “O reajuste anual é baseado no IPCA acumulado dos últimos 12 meses, de acordo com o estipulado nos contratos de concessão”, diz a Artesp.

Também foi autorizado o início da cobrança de pedágio na Rodovia dos Tamoios. A permissão foi concedida depois de a concessionária ter cumprido com todas as exigências previstas no contrato. Para o início da cobrança era necessária a execução de no mínimo 6% das obras de duplicação do trecho de serra, entre outras obrigações. “As praças dos quilômetros 15,7 e 56,6 passarão a cobrar, respectivamente, R$ 3,50 e R$ 6,20. A tarifa é parte da remuneração que viabilizará a construção de 21,6 quilômetros de novas pistas para a duplicação do Trecho de Serra da rodovia, obra orçada em R$ 2,6 bilhões”.

LEIA MAIS: Dinheiro pode sair de circulação na Suécia até 2030

    Veja Também

    Mais Recentes

      Comentários