Tamanho do texto

Preço do etanol equivale a 68,34% da gasolina; combustível te menor vantagem no Amapá, onde o preço equivale a 98,38%

São Paulo teve queda de 4,07% na cotação da semana, para R$ 2,403 o litro
Getty Images
São Paulo teve queda de 4,07% na cotação da semana, para R$ 2,403 o litro


Após queda nos preços do etanol em 18 Estados e no Distrito Federal, o combustível voltou a ser competitivo ante a gasolina em São Paulo. No restante do País, porém, o derivado de petróleo continua mais vantajoso.

Na capital paulista, o preço do etanol agora equivale a 68,34% da gasolina. O biocombustível tem a menor vantagem no Amapá, onde o preço equivale a 98,38% do valor da gasolina na bomba - a relação é favorável ao etanol quando está abaixo de 70%.

A gasolina tem cotação média de R$ 3,516 o litro em São Paulo, enquanto o etanol hidratado está cotado em R$ 2,403 o litro.

Principal Estado produtor e consumidor, São Paulo teve queda de 4,07% na cotação da semana, para R$ 2,403 o litro. No período de um mês, acumula desvalorização de 12,43%. Na semana, a maior alta ocorreu no Rio Grande do Norte (1,82%) e o maior recuo, em Minas Gerais (6,13%). No mês, o etanol subiu mais no Amapá (23,79%) e recuou mais em São Paulo (12,43%).

No Brasil, o preço mínimo registrado para o etanol foi de R$ 1 859 o litro, em São Paulo, e o máximo foi de R$ 4,199 o litro, no Rio Grande do Sul. Na média, o menor preço foi de R$ 2,403 o litro, em São Paulo. O maior foi registrado em Roraima, a R$ 3 75 por litro.