Tamanho do texto

Foram comercializadas 236,6 milhões de unidades nos três primeiros meses deste ano; faturamento foi de R$ 3,93 bilhões

Apesar do aumento nas vendas, medicamentos estão 2,64% mais caros
Thinkstock/Getty Images
Apesar do aumento nas vendas, medicamentos estão 2,64% mais caros


A venda de medicamentos por empresas de distribuição e logística cresceu 26,14% no primeiro trimestre de 2016 na comparação com igual período do ano passado, de acordo com dados da Associação Brasileira de Distribuição e Logística de Produtos Farmacêuticos (Abradilan) e IMS Health. O faturamento atingiu R$ 3,93 bilhões entre janeiro e março.

Já a quantidade de medicamentos vendidos aumentou 20,68% na comparação anual, segundo a Abradilan. Foram comercializadas 236,6 milhões de unidades nos três primeiros meses deste ano.

Os associados Abradilan são responsáveis pela distribuição de 21% das unidades vendidas dos medicamentos no Brasil, e 30% dos medicamentos genéricos.

Preço dos remédios

Apesar do aumento nas vendas, os remédios já estão 2,64% mais caros, como reflexo de parte do reajuste de 12,50% autorizado para entrar em vigor a partir de 1º de abril. Os dados são do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) de abril, divulgado nesta quarta-feira (20), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O item se destacou no grupo Saúde e Cuidados Pessoais, que saiu de alta de 0,70% em março para 1,32% em abril. Outros aumentos relevantes no grupo foram de plano de saúde (1,06%), artigos de higiene pessoal (0,70%) e serviços laboratoriais e hospitalares (0,66%).

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.