Tamanho do texto

Indicador apresentou um recuo de 5,8% em outubro; segundo pesquisa, serviços acumulam perda de volume de 3,1% no ano

As maiores perdas foram registradas nos segmentos de outros serviços, de serviços profissionais, administrativos e complementares  e de transportes, serviços auxiliares de transporte e correio
Divulgação
As maiores perdas foram registradas nos segmentos de outros serviços, de serviços profissionais, administrativos e complementares e de transportes, serviços auxiliares de transporte e correio

O volume de serviços recuou 5,8% em outubro deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado. Essa é a sétima queda consecutiva do indicador. Segundo a Pesquisa Mensal de Serviços (PMS), divulgada nesta quinta-feira (17) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), os serviços acumulam perdas de volume de 3,1% no ano e de 2,5% no período de 12 meses.

As maiores perdas, em outubro deste ano, foram registradas nos segmentos de outros serviços (-13,8%), de serviços profissionais, administrativos e complementares (-7,3%) e de transportes, serviços auxiliares de transporte e correio (-6,4%).

Os serviços prestados às famílias tiveram uma queda abaixo da média (-4,8%), bem como os serviços de informação e comunicação (-3,2%). Os serviços de atividades turísticas tiveram uma queda de apenas 0,2%.

A receita nominal dos serviços teve recuo de 0,9% em outubro deste ano, na comparação com outubro de 2014. Apesar da queda, a receita tem altas acumuladas de 1,6% no ano e de 2% no período de 12 meses.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.