Tamanho do texto

Houve aumento de 0,6% em outubro em relação a setembro; já no acumulado em 12 meses, foi registrada uma queda de 2,7%

Porém, nas outras comparações (séries sem ajuste sazonal), o volume de vendas no varejo registou um decréscimo de 5,6% em relação a outubro de 2014,
Renato S. Cerqueira/Futura Press - 8.8.15
Porém, nas outras comparações (séries sem ajuste sazonal), o volume de vendas no varejo registou um decréscimo de 5,6% em relação a outubro de 2014,

O volume das vendas no varejo aumentou 0,6% em outubro na comparação com setembro, interrompendo uma série de oito taxas negativas consecutivas, que representam uma perda acumulada de 6,3% no setor varejista. Os dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (16).

Porém, nas outras comparações (séries sem ajuste sazonal), o volume de vendas no varejo registou um decréscimo de 5,6% em relação a outubro de 2014, sétima taxa negativa consecutiva nessa comparação. A queda foi menos acentuada se comparada a dos meses de setembro (-6,3%) e agosto (-6,9%).

No acumulado  dos 10 primeiros meses de 2015, o comércio varejista teve queda de 3,6% em relação ao mesmo período de 2014. Já no acumulado nos últimos 12 meses, foi registrado recuo de 2,7% em outubro, o que representa a maior perda desde janeiro de 2004 (-2,9%).

Na comparação mensal, houve acréscimo de 0,5% para receita nominal, após estabilidade observada desde abril de 2015. Nas séries sem o ajuste sazonal, a receita nominal de vendas apresentou taxas de variação de 3,3% em relação a outubro de 2014 e de 3,5% no acumulado do ano.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas