Tamanho do texto

Principal problema foi nos airbags, atingindo 1.363.718 veículos; Mercedez-Benz liderou, com 9 recalls este ano

O número de veículos envolvidos em convocações de recall entre janeiro a novembro subiu 188%, atingindo 2.783.979 automóveis. Foram 106 campanhas contra 83 no mesmo período do ano passado, quando foram convocados para revisão 963.802 veículos. Os números são da Fundação Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania.

Indústria precisa cortar custos para ganhar competitividade
BRUNO GONZAGA/STUDIO CERRI/Divulgação
Indústria precisa cortar custos para ganhar competitividade

Sistemas de airbag foram os que apresentaram mais problemas, com 20 campanhas e 1.363.718 veículos afetados. As montadoras que mais realizaram recall em 2015 foram a Mercedes-Benz, com nove chamamentos, Volkswagen com oito e Jeep e Land Rover, com seis cada.

De 2002 até novembro de 2015 foram registradas 927 campanhas no Brasil. A Chevrolet é a marca que lidera os problemas derecall com um total de 57 chamamentos. Quanto aos automóveis, o item airbag liderou os recalls devido a um problema com um grande fornecedor mundial, que abasteceu as montadoras em vários países. O assessório apresentou problemas no dispositivo de disparado que libera fragmentos contra os ocupantes do automóvel.

    Notícias Recomendadas

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.