Tamanho do texto

Volume do setor no Brasil recuou 4,8%; taxa acumulada neste ano ficou em -2,8%, e a acumulada em 12 meses em -1,8%

Na avaliação trimestral, o setor dos serviços recuou 42% no terceiro trimestre de 2015
Marcos Santos/USP Imagens
Na avaliação trimestral, o setor dos serviços recuou 42% no terceiro trimestre de 2015

O volume do setor de serviços no Brasil em setembro de 2015 registrou uma queda de 4,8% em relação a setembro de 2014. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Este foi o maior recuo da série iniciada em 2012 e manteve a série de resultados negativos registrados neste ano, com exceção do mês de março (2,3%). A taxa acumulada neste ano ficou em -2,8%, e a acumulada em 12 meses em -1,8%.

Todos os segmentos do setor apresentaram quedas, com a maior delas ocorrendo nos serviços profissionais, administrativos e complementares (-8,1%). Também foram identificados recuos nos serviços prestados às famílias (-6,7%) e no segmento de transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio (-6,4%).

Já na avaliação trimestral, o setor dos serviços recuou 4,2% no terceiro trimestre de 2015 em comparação ao terceiro trimestre de 2014. Todos os segmentos do setor também registraram queda nesta análise, com a maior sendo a do segmento de transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio (-6,4%).

Na avaliação regional, a variação negativa mais instensa foi registrada no Amapá (-13,4%). No entanto, houve variações positivas no volume, com a mais significativa ocorrendo em Rondônia (6,5%). O Distrito Federal não apresentou variação significativa (0,0%).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.