Tamanho do texto

São Paulo lidera em números absolutos, Distrito Federal tem maior percentual e Maranhão tem o pior desempenho

O acesso à internet banda larga  é realidade para 38,34% dos domicílios do País. O percentual corresponde a 25,43 milhões de pontos de acesso, segundo divulgou nesta sexta-feira (13) o Serviço de Comunicação Multimídia (SCM).

Maranhão tem pior abrangência da internet banda larga, com apenas 10,33% dos domicílios
Thinkstock/Getty Images
Maranhão tem pior abrangência da internet banda larga, com apenas 10,33% dos domicílios

A pesquisa, que analisou o mês setembro, mostrou ainda que o acesso é maior na Região Sudeste, responsável por quase 15 milhões do total de pontos instalados. Neste recorte, São Paulo se destaca abrigando pouco mais de 9 milhões. 

O Estado é, inclusive, a segundo com o maior percentual de domicílios incluídos na modalidade de banda-larga: a cada 100 domicílios paulistas, 62,68 têm acesso à internet em alta velocidade. Neste quesito, São Paulo só perde para o Distrito Federal, que apesar de ter apenas 637.459 pontos de banda larga operando, oferece o serviço a 67,74% dos domicílios.

Acesse aqui a lista completa de Estados e regiões

Já entre os piores classificados no ranking da banda larga estão as regiões Norte e Nordeste, onde a banda larga chega para 17,06% e 17,55% da população, respectivamente. Não por acaso o Estado com pior resultado é um nordestino, o Maranhão, onde apenas 10,33% dos domicílios conseguem acessar a web por meio da modalidade de conexão. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.