Tamanho do texto

Volume recuou 0,5% em setembro na comparação com agosto; receita nominal do comércio, entretanto, permaneceu estável

O volume de vendas do comércio varejista recuou 0,5% em setembro, em comparação a agosto, informou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quinta-feira (12). Foi o oitavo resultado negativo seguido.

A receita nominal do comércio varejista, porém, permaneceu estável (0,1%) pelo segundo mês consecutivo.

Rua 25 de Março, um dos principais pontos de comércio de SP: vendas no País seguem em queda
Renato S. Cerqueira/Futura Press - 8.8.15
Rua 25 de Março, um dos principais pontos de comércio de SP: vendas no País seguem em queda

O comércio varejista ampliado, que inclui o varejo e as atividades de veículos, motos, partes e peças e de material de construção, voltou a registrar variação negativa na margem, com decréscimo de 1,5% em relação a agosto na série com ajuste sazonal.

A receita nominal ficou em -1,2%. Em relação ao mesmo mês do ano anterior, o varejo ampliado registrou quedas de 11,5% para o volume de vendas e de 4,4% para receita nominal. No que se refere às taxas acumuladas, os resultados foram: -7,4% no acumulado do ano e de -6% nos últimos 12 meses, para o volume de vendas, e de 1,1% e 0,1% para a receita nominal, respectivamente.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.