Tamanho do texto

Mesmo sem poder experimentar, é possível realizar uma compra satisfatória na web seguindo algumas dicas

Consumidor deve verificar se calça as mesmas medidas para calçados abertos, sandálias e sapatos fechados antes de efetuar uma compra
iStock
Consumidor deve verificar se calça as mesmas medidas para calçados abertos, sandálias e sapatos fechados antes de efetuar uma compra

Devido à praticidade, as compras online estão se tornando um hábito cada vez mais comum. No entanto, muitas pessoas ainda evitam adquirir roupas e calçados pela internet, pois estão habituadas a prová-los.

Certamente, a escolha de um item de vestuário exige cuidados, mas tomando as devidas precauções, é possível realizar uma compra satisfatória. Julia Escobosa, assistente de estilo, abandonou o receio e deu preferência à comodidade: “Não tenho muita paciência para passear no shopping, entrar em várias lojas, experimentar. Além disso, como meu tempo é curto, acabo comprando pela internet. Prefiro marcas que já conheço, assim não tem erro. A forma é a mesma e sei que vai servir”.

Tamanho correto

Willians Okamoto, sócio-fundador da Fort Calçados, lembra que o consumidor deve verificar se calça as mesmas medidas para calçados abertos, sandálias e sapatos fechados. “Por exemplo, algumas mulheres usam scarpins e tênis de um tamanho maior do que usariam sandálias rasteiras e chinelos”, alerta.

O empresário ainda ensina um modo simples de tirar as medidas, que pode ser feito em casa rapidamente: “Utilize uma folha sulfite colada no chão. Pise nela com os pés descalços e, com uma caneta, desenhe o contorno dos seus pés. Depois, com uma fita métrica ou régua, meça a largura e o contorno do desenho”.

A assistente de estilo Julia Escobosa não tem tempo para visitar muitas lojas e prefere a praticidade de comprar sapatos pela internet
Arquivo pessoal
A assistente de estilo Julia Escobosa não tem tempo para visitar muitas lojas e prefere a praticidade de comprar sapatos pela internet

Política de troca

Comprar modelos importados também é possível, mas exige procedimentos adicionais. Existem tabelas de conversão que podem ser utilizadas. “Elas variam de acordo com a região, marca, modelo e material. O ideal é comprar de marcas conhecidas, que você já testou anteriormente. Elas, geralmente, possuem formas padronizadas”, alerta Willians.

Leia:  Comprar depois do dia 17 pode sair mais barato

Mesmo tomando precauções, é recomendável checar a política de troca da empresa, certificando-se de que não existe custo para realizar a troca, além de ficar atento às instruções do fabricante.

“Comprei um sapato para o meu marido. No site falava que precisava ser um número menor do que a pessoa geralmente usa, porque a forma era grande. Não prestei atenção, mas eles estavam corretos. Ficou largo”, conta Fê Bastos, consultora de imagem.

Para que não ocorra nenhum problema com a devolução, recomenda-se cuidado com o produto, evitando desgastá-lo. “Prove sobre um tapete, para não estragar a sola. Também cuide da embalagem. Guarde o saquinho de plástico ou de feltro, guarde tudo”, aconselha Fê.

Veja ainda:
Como evitar armadilhas ao comprar pela internet
Mitos e verdades sobre comprar na internet

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.