Tamanho do texto

Avaliação do Serpro servirá de base para governo repensar possibilidade de prorrogação de prazo para recolhimento

Empregador enfrenta dificuldade em realizar o pagamento da guia, pelo sistema da Receita, desde o primeiro dia em funcionamento
Reprodução - 2.10.15
Empregador enfrenta dificuldade em realizar o pagamento da guia, pelo sistema da Receita, desde o primeiro dia em funcionamento

A Receita Federal divulgou nota nesta quarta-feira (4) informando que Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) está analisando os problemas de instabilidade no site de emissão do guia de recolhimento do emprregador doméstico, o eSocial, para então avaliar se estende o prazo além de sexta-feira (6).

"Diante dos problemas que os empregadores vêm enfrentando nos últimos dias para emitir o Documento de Arrecadação do eSocial, a Receita Federal solicitou hoje ao Serpro uma avaliação técnica definitiva sobre os problemas de instabilidade no sistema. Essa avaliação do prestador de serviço servirá de base para avaliação do governo quanto à possibilidade de prorrogação dos prazos do eSocial.

Em coletiva de imprensa na terça-feira (3), o subsecretário do Fisco disse que espera que 134.740 guias foram emitidas até as 17h desta terça-feira. Ele espera que o sistema eSocial volte a operar no patamar das 11h, quando foram registradas 34 mil inscrições em uma hora. "Se mantivermos [esse ritmo], conseguiremos chegar na meta", disse ele, relembrando que a data limite para o pagamento é na sexta-feira (6).

O sistema vem passando por instabilidades desde o início (dia 1º), o que se repetiu também nesta terça-feira, apesar de o problema já ter sido solucionado. A expectativa é de que até a manhã desta quarta-feira (4) o número de boletos emitidos chegue a 250 mil. "Vamos analisar [os números] e, ao meio dia de amanhã (4), vamos ver que decisões iremos tomar", afirmou Martins, acrescentando que há a possibilidade de ser adotado um plano de contingência.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.