Tamanho do texto

Polícia investiga quase 200 funcionários públicos de Sanremo acusados de bater ponto sem trabalhar; Confira as imagens

Um vídeo divulgado pela polícia italiana mostra funcionários públicos da cidade de Sanremo, no norte da Itália, batendo ponto centenas de vezes sem trabalhar.

Segundo as autoridades, o esquema ocorreu durante vários meses.

Clique no link abaixo e assista ao vídeo:

Para os amigos e de cueca: os abusos na hora de bater o ponto em prefeitura italiana


Segundo as autoridades, o esquema ocorreu durante vários meses
Reprodução
Segundo as autoridades, o esquema ocorreu durante vários meses

As imagens mostram os funcionários passando vários cartões magnéticos de uma só vez no relógio de ponto digital da prefeitura, inclusive para colegas ausentes. Em seguida, eles deixavam o expediente.

No total, 195 funcionários estão sendo investigados pela polícia. Desse grupo, 35 se encontram em prisão domiciliar e oito têm de comparecer diariamente à delegacia. Eles estão suspensos e serão processados, podendo, inclusive, perder o emprego.

O prefeito da cidade, Alberto Biancheri, diz que desconhecia o esquema.

Um dos trechos do vídeo, um dos funcionários, que vivia ao lado da Prefeitura, é visto batendo o ponto de cuecas e voltando para casa.

Além disso, as imagens mostram uma menor de idade, identificada pela polícia como filha de um funcionário, tentando passar o cartão magnético do pai.

A polícia também registrou funcionários enquanto eles passeavam, faziam compras ou até praticavam remo durante o expediente.

O prefeito da cidade, Alberto Biancheri, diz que desconhecia o esquema
Reprodução
O prefeito da cidade, Alberto Biancheri, diz que desconhecia o esquema


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.