Tamanho do texto

A Associação Brasileira de Supermercados informou que cesta com 35 principais produtos teve alta de 0,84% em setembro

As vendas do setor supermercadista tiveram queda de 0,96% de janeiro a setembro, na comparação com o mesmo período do ano anterior, informou nesta quarta-feira (28) a Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

Maior alta de preços do País foi registrada na Região Norte (3,60%)
Rafael Neddermeyer/fotos públicas
Maior alta de preços do País foi registrada na Região Norte (3,60%)

A Abras informou também que a cesta com 35 produtos de largo consumo registrou em um mês alta de 0,84%, passando do valor médio de R$ 411,77, em agosto, para R$ 415,25, em setembro. Entre as maiores altas estão itens como farinha de mandioca (28,81%) e sal (17,60%). Já as maiores quedas foram registradas por cebola (-23,61%) e tomate (-16,92%).

A maior alta de preços na cesta foi registrada na Região Norte (3,60%) chegando a R$ 471,98. A Região Nordeste foi a única que apresentou queda (-2,52%), atingindo o valor de R$ 350,85.

De acordo com o presidente do Conselho Consultivo da Abras, Sussumu Honda, o setor supermercadista trabalha com projeções negativas para o fechamento de 2015, mesmo com o movimento maior de comércio esperado no final do ano devido às tradicionais festas de Natal e Réveillon. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.