Tamanho do texto

Mato Grosso e Roraima continuam paralisação que completou 21 dias nesta segunda-feira; veja onde a situação está resolvida

Os bancários de 17 Estados, até o momento desta publicação, decidiram encerrar a greve que completou 21 dias nesta segunda-feira (26). A decisão está sendo tomada por cada unidade sindical, na qual foi entregue a última proposta de reajuste (10%) feita pela Federação Nacional dos Bancos (Fenaban).

Greve continua, por tempo indeterminado, nos Estados de Mato Grosso e Roraima
Tânia Rêgo/Agência Brasil
Greve continua, por tempo indeterminado, nos Estados de Mato Grosso e Roraima

A situação volta ao normal nesta terça-feira (27) nas seguintes unidades da federação: Acre, Alagoas, Amapá, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Já os bancários de Mato Grosso e Roraima rejeitaram a proposta e decidiram continuar de braços cruzados, seguindo a paralisação por tempo indeterminado e sustentando a proposta inicial do sindicato nacional do reajuste de 16%. 

Além dos 10% do reajuste sobre salários, benefícios e participação nos lucros, a Fenaban propôs correção de 14% no vale-refeição e no vale-alimentação. Segundo a Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf), os banqueiros aceitaram abonar 63% das horas dos trabalhadores de 6 horas, de um total de 84 horas, e 72% para os trabalhadores de 8 horas, de um total de 112 horas.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.