Tamanho do texto

Após passar dois dias com empresários e o governo suecos, Dilma segue em missão de comércio para a Finlândia

Presidente Dilma durante cerimônia oficial de chegada ao Palácio Presidencial da Finlândia
Roberto Stuckert Filho/Presidência da República - 20.10.2015
Presidente Dilma durante cerimônia oficial de chegada ao Palácio Presidencial da Finlândia

A presidente Dilma Rousseff vai se encontrar nesta terça-feira (20) com empresários finlandeses na sede da câmara de comércio exterior do país escandinavo, a Finpro. Os investimentos da Finlândia no Brasil ocupam papel central nas relações econômicas bilaterais. Há cerca de 50 empresas finlandesas operando no Brasil, gerando, aproximadamente, 20 mil empregos.

Dilma faz visita oficial à Finlândia depois de ter encontros com empresários e o governo sueco. De tarde, às 13h45, a presidenta Dilma terá uma reunião com empresários e investidores finlandeses.

Segundo o embaixador do Brasil na Finlândia, Antônio Francisco da Costa e Silva, o objetivo desse encontro é transmitir aos empresários finlandeses o esforço que o governo brasileiro vem fazendo para retomar o crescimento da economia doméstica.

“Essa é uma mensagem importante porque evidentemente os interesses dos investidores finlandeses no Brasil, os que lá estão e os que examinam a oportunidade de investimento, são interesses de longo prazo. Não são interesses conjunturais”, afirmou.

Segundo informações do Palácio do Planalto, o comércio entre os dois países em 2014 foi de US$ 1,029 bilhão, um aumento de 50% em relação a 2005. Os produtos mais importados pelo Brasil são maquinários, papel e produtos farmacêuticos. Já as principais exportações são café, chá, minérios, ferro e aço.

Algumas empresas estão no Brasil há mais de 50 anos, como a Valmet, que iniciou fabricação de tratores em São Paulo nos anos de 1960. A presença finlandesa se destaca nos setores de papel e celulose (Stora Enso, Pöyry, Ahlström), processamento químico (Kemira), tecnologia marítima e de offshore (Wärtsila), entre outros.

Investimentos finlandeses também têm sido bastante significativos na área de telecomunicações. Atualmente, a única fábrica de celulares da Nokia na América do Sul encontra-se em Manaus.

Conheça a agenda da presidente em Helsinque:

Às 10h desta terça-feira (20), horário local da Finlândia, da cerimônia oficial de chegada ao Palácio Presidencial. Às 10h20, tem reunião privada com o presidente finlandês Sauli Niinistö, também no Palácio Presidencial.

Em seguida, às 10h45, haverá uma reunião ampliada no Salão dos Espelhos do palácio. Às 11h20, a presidente fará uma declaração à imprensa. Depois, às 12h, participa de um almoço oferecido pelo presidente da Finlândia, no Dining Hall.

De tarde, às 13h45, a presidenta Dilma terá uma reunião com empresários e investidores finlandeses, na sede da entidade dedicada ao estímulo à exportação do país, a Finpro.

Mais tarde, às 15h30, terá um encontro com acadêmicos da Universidade Aalto e de instituições de ensino finlandesas, no Campus de Otaniemi. Na mesma universidade, visitará, às 16h30, a Design Factory. E, às 17h, a Startup Sauna.

À noite, às19h, Dilma se encontra com o primeiro-ministro da Finlândia, Juha Sipilä, em sua residência oficial.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.