Tamanho do texto

Autoridade monetária vai vender US$ 1,5 bilhão para tentar conter câmbio, impulsionado pelo rebaixamento do País

Moeda recua ligeiramente após atingir R$ 3,89
Fernanda Carvalho/ Fotos Públicas
Moeda recua ligeiramente após atingir R$ 3,89

Com a alta do dólar na manhã desta quinta-feira (10), o Banco Central (BC) decidiu fazer mais um leilão de venda de dólares, com compromisso de comprar novamente a moeda no futuro. No chamado leilão de linha, o BC vai vender até US$ 1,5 bilhão. As datas da compra de dólares estão marcadas para janeiro e abril do próximo ano.

Em 8 de setembro, o BC anunciou a venda de até US$ 3 bilhões das reservas internacionais, com o compromisso de comprar novamente os dólares em novembro. Com mais dólares no mercado, o BC tenta suavizar a alta da moeda.

Nesta quinta-feira, às 10h10, o dólar comercial estava em R$ 3,85. Na máxima do dia, chegou a R$ 3,89, às 9h30.

Essa alta foi registrada após o anúncio do rebaixamento da nota de crédito do Brasil pela agência de classificação de risco Standard & Poor’s (S&P), na quarta-feira (9) à noite.

Ainda sob esse efeito, os investidores se retraíram em torno das ações negociadas na BM&F Bovespa, que abriu em queda, e às 10h21 apresentava recuo de 0,47% com 45.772 pontos. O euro tem valorização de 1,94%, negociado a R$ 4,32.