Tamanho do texto

Balança comercial mostra queda nas importações; gastos com a conta de serviços também têm baixa, ressaltou Tulio Maciel

O chefe do Departamento Econômico do Banco Central, Tulio Maciel, disse que as contas externas estão em um movimento de ajuste: a balança comercial mostra queda nas importações e os gastos com a conta de serviços - viagens internacionais, transportes, aluguel de equipamentos, seguros, entre outros - apresentam declínio. Exemplo disso é a redução das despesas dos brasileiros que viajam para o exterior.

Tulio Maciel é chefe do Departamento Econômico do Banco Central
Agência Brasil
Tulio Maciel é chefe do Departamento Econômico do Banco Central

Em julho, segundo informou o Banco Central, o Brasil registrou saldo negativo em transações correntes – compras e vendas de mercadorias e serviços do país com o mundo – de US$ 6,163 bilhões. No mesmo período do ano passado, o resultado foi bem maior: US$ US$ 9,263 bilhões.

“O déficit em transações correntes em 2014 mostrava uma elevação até o final do ano. Mas, dados os ajustes, nós já mostrávamos, na ocasião, que isso teria uma reversão em 2015, fato que estamos vendo”, destacou Maciel.

Segundo Túlio Maciel, além da balança comercial, é possível observar resultados melhores em outros indicadores das contas externas.

Em termos de financiamento das transações correntes, informou, a conta continua sendo paga “majoritariamente pelos investimentos estrangeiros diretos”. Os investimentos estrangeiros, segundo Maciel, constituem a melhor forma de financiar as transações correntes: atualmente os recursos estrangeiros cobrem de 80% a 90% do total. Em julho, o Investimento Direto no País (IDP) chegou a US$ 5,994 bilhões, acumulando US$ 36,926 bilhões de janeiro a julho.

Quanto à queda, em julho, das despesas de brasileiros em viagem ao exterior, a menor em cinco anos para meses de julho, com recuo 30,39% em relação ao mesmo mês do ano passado, ele atribuiu a redução do gasto à elevação do dólar e à queda de renda dos brasileiros. As despesas de brasileiros no exterior chegaram a US$ 1,677 bilhão, no mês passado. No ano passado, em julho, atingiram US$ 2,408 bilhão. De janeiro a julho deste ano, essas despesas somaram US$ 11,617 bilhões, contra US$ 14,851 bilhões em igual período de 2014.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.