Tamanho do texto

Todas as lanchonetes da rede vistoriadas no Rio nesta segunda-feira foram autuadas pela fiscalização; além dos produtos, Procon constatou falta de limpeza em filiais

O Dia

O McDonald's foi autuado pelo Procon devido a irregularidades em 24 filiais no centro e nas zonas sul e oeste do Rio de Janeiro, nesta segunda-feira (24). Todas as 24 lanchonetes da rede vistoriadas foram autuadas. No total, 2,5 quilos de alimentos impróprios ao consumo e quatro litros de refrigerante foram encontrados. Em 22 das lojas o manuseio de alimentos era feito sem a utilização de luvas. 

Funcionária de uma loja da rede de fast-food faz sanduíche sem usar luvas, o que rendeu autuação
Divulgação
Funcionária de uma loja da rede de fast-food faz sanduíche sem usar luvas, o que rendeu autuação

Segundo o Procon, a manipulação de alimentos diretamente com as mãos, sem proteção, contraria a Resolução 216 da Anvisa. Em alguns locais, o risco de contaminação era ainda maior devido ao fato do acionamento da lixeira no local ser manual e não por meio de pedal, como no caso da filial localizada no shopping New York City Center.

Leia também:
McDonald's é condenado por vender sanduíche com lagarta
McDonald's tem 15 dias para tirar menores de trabalhos perigosos
Cinco são presos após escândalo de carne chinesa em McDonald's, KFC e Starbucks

Os fiscais também flagraram problemas como a falta de cartazes informando que o estabelecimento fornece água filtrada e gratuita para seus clientes em 13 unidades. O fornecimento de água gratuita é previsto na Lei Estadual 7047/15. Em outras oito filiais, os fiscais constataram que, além de não possuírem o cartaz, não fornecem a água caso seja solicitada pelo cliente.

Balanço da Operação Fair Play
1 - McDonald's (Praça Cristiano Otoni, S/N – Centro): Ausência de banheiro disponível aos consumidores. Ausência do Livro de Reclamações. Ausência de cartaz de que o estabelecimento fornece água filtrada. Manipulação na preparação dos alimentos prontos realizada com as mãos sem o uso de utensílios, como determina a RN 216 da ANVISA.

2 - McDonald's (Av. Ataulfo de Paiva, 406 - Leblon): Ausência do cartaz e da disponibilidade de água na forma da lei.

3 - McDonald's (Av. das Américas, 500 bloco 17 lj 113/114 - Barra da Tijuca): Produtos vencidos encontrados na câmara: 14 potes de 24g cada de lajotinha; 30 potes de 24g cada de chocolate maltado. Laranjas mofadas na câmara em contato com laranjas em boas condições. Alimentos cozidos sendo manuseados sem auxílio de utensílios. Ausência do cartaz disponibilizando água potável ao consumidor.

4 - Mc Donald's (Av. Senhor dos Passos, 117/119 – Centro): Ausência do Livro de Reclamações. Ausência de cartaz de que o estabelecimento fornece água filtrada. Manipulação na preparação dos alimentos realizada com as mãos.

5 - McDonald's (Rua Uruguaiana, 174, loja A – Centro): Ausência do Livro de Reclamações. Ausência de cartaz de que o estabelecimento fornece água filtrada. Manipulação na preparação dos alimentos realizada com as mãos. Ausência de acessibilidade ao banheiro no 2° andar.

6 - McDonald's (Rua Visconde de Pirajá, 517 – Ipanema): Ausência do cartaz e da disponibilidade de água na forma da lei. Havia 4L de xarope de Guaraná vencidos conectado à máquina de refrigerante.

Protesto de sindicalistas contra denúncia sobre trabalho escravo contra a franquia, na terça-feira
Reprodução
Protesto de sindicalistas contra denúncia sobre trabalho escravo contra a franquia, na terça-feira

7 - McDonald's (Rua Visconde de Pirajá, 247 lj A - Ipanema): Ausência do cartaz e da disponibilidade de água na forma da lei. Manipulação direta com as mãos na montagem dos sanduíches.

8 - McDonald's (Av. das Américas, 1901 - bloco 2 - Barra da Tijuca): Alimentos cozidos sendo manuseados sem auxílio de utensílios. Ausência de cartaz de que o estabelecimento fornece água filtrada. Ausência do certificado de dedetização (apresentar na sede em 15 dias). Havia 1kg e 500g de queijo com pimenta sem especificação quanto a abertura e nova validade, encontrado na câmara.

9 - McDonald's (Av. das Américas, 2000 - Barra da Tijuca): Alimentos cozidos sendo manuseados sem auxílio de utensílios. Ausência de cartaz de que o estabelecimento fornece água filtrada. Ausência do certificado de dedetização (apresentar na sede em 15 dias).

10 - McDonald's (Rua Uruguaiana, 7 – Centro): Alimentos cozidos sendo manuseados sem auxílio de utensílios. Ausência do Livro de Reclamações. Banheiro no quarto andar, comprometendo a acessibilidade.

11 - Mc Donald's (Av. Nossa Senhora de Copacabana, 967 - Copacabana): Ausência do cartaz e da disponibilidade de água na forma da lei. Alimentos cozidos manipulados diretamente com as mãos sem auxílio de utensílios. Livro de Reclamações não autenticado.

12 - McDonald's (Av. Nossa Senhora de Copacabana, 659 – Copacabana): Alimentos cozidos manipulados diretamente com as mãos sem auxílio de utensílios.

13 - McDonald's (Praça Floriano 19, loja A – Centro): Alimentos cozidos sendo manuseados sem auxílio de utensílios. Ausência do Livro de Reclamações.

14 - McDonald's (Rua Hilário de Gouveia 74 – Copacabana): Manipulação direta com as mãos na montagem dos sanduíches. Ausência de cartaz de que o estabelecimento fornece água filtrada.

15 - Mc Donald's (Rua São José, 70 - Centro): Manuseio de alimentos cozidos sem auxílio de utensílios. Ausência de cartaz de que o estabelecimento fornece água filtrada. Ausência de certificado de potabilidade da água. Prazo de 48 horas para apresentação no Procon.

16 - McDonald's (Shopping Rio Sul): Ausência do cartaz e da disponibilidade de água na forma da lei. Manipulação de alimentos sem uso de utensílios. Ausência de certificado de potabilidade da água. Prazo de 15 dias para apresentação no Procon. Ausência do Livro de Reclamações.

17 - McDonald's (Av. Rio Branco, 100, lj a – Centro): Ausência do cartaz e da disponibilidade de água na forma da lei. Alimentos cozidos manipulados diretamente com as mãos sem auxílio de utensílios. Ausência do Livro de Reclamações. Banheiro no segundo andar, comprometendo a acessibilidade.

18 - McDonald's (Av. Rio Branco, 4 – Centro): Ausência de cartaz informando que o estabelecimento fornece água filtrada. Alimentos cozidos manuseados com a mão sem auxílio de utensílios. Banheiro no 2° andar, sem acessibilidade às pessoas portadoras de deficiência. Ausência do certificado de potabilidade da água. Prazo de 48 horas para apresentação no Procon.

19 - McDonald's (Av. das Américas, 3900 - Barra da Tijuca): Alimentos cozidos sendo manuseados sem auxílio de utensílios. Ausência de cartaz informando que o estabelecimento fornece água filtrada. Ausência do certificado de dedetização (apresentar na sede em 15 dias). Ausência do certificado de potabilidade da água (apresentar na sede em 15 dias). Ausência do alvará (apresentar na sede em 15 dias). Produtos sem especificação quanto à abertura e nova validade: 113 g de atum; 86 g de croissant de queijo com presunto.

20 - McDonald's (Botafogo Praia Shopping): Ausência do cartaz e da disponibilidade de água na forma da lei. Alimentos manipulados pelos funcionários sem uso de utensílios.

21 - McDonald's (Rua Catete 276 Catete): Ausência de cartaz informando que o estabelecimento fornece água filtrada. Livro de Reclamações não autenticado. Alimentos manipulados pelos funcionários sem uso de utensílios.

22 - McDonald's (Av. das Américas, 4666 loja 117 ABK - Barra da Tijuca): Alimentos cozidos sendo manuseados sem auxílio de utensílios. Ausência de cartaz informando que o estabelecimento fornece água filtrada. Ausência do certificado de dedetização (apresentar na sede em 15 dias).

23 - McDonald's (Av. das Américas, 4666 loja 212 C/D - Barra da Tijuca): Alimentos cozidos sendo manuseados sem auxílio de utensílios. Ausência de cartaz informando que o estabelecimento fornece água filtrada. Ausência do certificado de dedetização (apresentar na sede em 15 dias).

24 - McDonald's (Av. das Américas, 5000 loja 202/203 - Barra da Tijuca): Alimentos cozidos sendo manuseados sem auxílio de utensílios. Ausência de cartaz informando que o estabelecimento fornece água filtrada. Ausência do certificado de dedetização (apresentar na sede em 15 dias). Não foi enviada ao Procon a reclamação datada de 11/06/15. As lixeiras eram manuseadas pelas mãos dos funcionários. Ausência do certificado de potabilidade da água.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.