Tamanho do texto

Proposta é reduzir o custo adicional da bandeira vermelha de R$ 5,50 para R$ 4,50 a cada 100 quilowatts-hora (kWh)

Em reunião extraordinária, nesta quinta-feira (13), a ANEEL abriu audiência pública para discutir a alteração do adicional de bandeira vermelha, que irá vigorar entre setembro e dezembro de 2015. A proposta é reduzir o custo adicional da bandeira vermelha de R$ 5,50 para R$ 4,50 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. A intenção é que o novo valor para a bandeira vermelha, 18% mais baixo, passe a valer a partir de 1º de setembro.

Redução do adicional pode representar economia de 2% nas contas de luz residenciais
Thinkstock/Getty Images
Redução do adicional pode representar economia de 2% nas contas de luz residenciais

Em estudo realizado pela Aneel, foi determinada a redução do patamar de bandeira vermelha. A proposta foi baseada na expectativa de que não voltem a ser despachadas as térmicas com CVU maior do que R$ 600/MWh em 2015, desligadas 21 delas no último dia 5.

Leia mais: Governo anuncia investimentos de R$ 186 bilhões em energia

As tarifas dos consumidores residenciais, segundo a Aneel, devem ter redução média na conta de 2%. Pelos próximos dez dias, a agência receberá contribuições sobre o tema, que voltará a ser debatido em reunião no próximo dia 28. Na ocasião será tomada a decisão definitiva.

O sistema de bandeiras tarifárias sinaliza aos consumidores as condições reais da geração de energia elétrica. As cores das bandeiras (verde, amarela ou vermelha) indicam o preço cobrado em função do custo de geração da eletricidade. 

Sistema de bandeiras em vigor atualmente

Bandeira Verde - reservatórios cheios - não há adicional

Bandeira Amarela - sinal de alerta - adicional de R$ 2,50 por cada 100 quilowatts-hora (kWh)

Bandeira Vermelha - Situação crítica, com térmicas acionadas - adicional de R$ 5,50 por cada 100 quilowatts-hora (kWh)

Em vigor desde o início do ano, o mecanismo permite o repasse mensal aos consumidores de parte dos gastos extras das distribuidoras de energia com o aumento para se gerar a eletricidade.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.