Tamanho do texto

Netflix concede licença-maternidade (e paternidade) ilimitadas para o primeiro ano de vida de um filho biológico ou adotivo

Será o início do fim da
Reprodução/O Dia
Será o início do fim da "culpa" das grávidas?

Enquanto muitas empresas veem com má vontade os custos associados à maternidade no ambiente corporativo, algumas propõem apoio a uma maternidade ou paternidade tranquila, de filhos biológicos ou adotivos. A Netflix anunciou na terça-feira (4) que concederá licença-maternidade e licença-paternidade ilimitada para o primeiro ano de vida de uma criança ou na adoção. O argumento da empresa é que as pessoas podem ser mais produtivas quando equilibram vida familiar e o trabalho.

Leia mais:  Adiantamento do abono salarial encontra apoio entre empresários

Lembre grandes negócios fechados por preço que qualquer um poderia ter pago

"Queremos que os funcionários tenham a flexibilidade e confiança para equilibrar as necessidades de suas famílias que crescem sem se preocupar com trabalho ou finanças. Os pais podem voltar em tempo parcial, em tempo integral, ou voltar, conforme necessário", anunciou Tawni Cranz , diretora de talentos da Netflix em um comunicado.

Segundo a empresa, os pagamentos de salário continuarão a ser pagos normalmente. "O contínuo o sucesso da Netflix depende de nós competindo para e manter os indivíduos mais talentosos em seu campo. A experiência mostra que as pessoas têm um melhor desempenho no trabalho quando não estão se preocupando com a sua casa", explica Tawni.

No Brasil, a licença-maternidade remunerada é de 120 dias, mas pode se estender para 180 dias salários por liberalidade do contratante. Mas a lei, segundo o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), determina que "até o filho completar seis meses de idade, assiste à mulher, durante a jornada de trabalho, o direito a descanso especiais, de meia hora cada, destinados à amamentação do filho".

No blog da empresa, ela ainda afirmou que a empresa trabalha para promover uma "liberdade e responsabilidade" e dentro do contexto corporativo libera seus funcionários para tomar suas próprias decisões, juntamente com a responsabilidade que os acompanham. "Com isto em mente, hoje estamos introduzindo uma política de licença ilimitada para novas mães e pais que lhes permite tirar o máximo de tempo que eles querem durante o primeiro ano após o nascimento ou adoção de uma criança."

8 perguntas que você deve se fazer antes de aceitar um novo emprego:



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.