Tamanho do texto

Equipamento pode inflar de maneira errada e ferir ocupante

Ferrari 458 Spider, um dos modelos afetados
DIVULGAÇÃO/FERRARI
Ferrari 458 Spider, um dos modelos afetados

A Ferrari fez um recall de 814 carros nos Estados Unidos para corrigir problemas com os airbags feitos pela empresa japonesa Takata Corp.

A montadora italiana diz que por causa de um problema de montagem, os airbags podem inflar com a orientação errada, elevando o risco de ferimentos num acidente.

Foram afetados os modelos 458 Italia, 458 Spider, 458 Speciale, 458 Speciale A, California T, FF, F12 Berlinetta e LaFerrari.

Leia tambem:

- Recalls atingem 124% mais veículos em 2014

- Burigotto convoca recall de 252 mil berços defeituosos

- Crescem recalls de veículos de luxo em 2015

DIVULGAÇÃO/FERRARIFerrari 458 Spider, um dos modelos afetados
A Ferrari fez um recall de 814 carros nos Estados Unidos para corrigir problemas com os airbags feitos pela empresa japonesa Takata Corp.

A montadora italiana diz que por causa de um problema de montagem, os airbags podem inflar com a orientação errada, elevando o risco de ferimentos num acidente.

Foram afetados os modelos 458 Italia, 458 Spider, 458 Speciale, 458 Speciale A, California T, FF, F12 Berlinetta e LaFerrari.

Leia tambem:

- Recalls atingem 124% mais veículos em 2014


- Burigotto convoca recall de 252 mil berços defeituosos

- Crescem recalls de veículos de luxo em 2015

A montadora diz ter sido informada do problema pela Takata em junho. Os revendedores irão substituir o módulo do airbag, sem custo para os consumidores, a partir de em 30 de julho.

O problema parece não ter relação com o caso dos airbags da Takata que podem inflar com muita força e expelir fragmentos. A Takata e a Ferrari não comentaram.

A montadora diz ter sido informada do problema pela Takata em junho. Os revendedores irão substituir o módulo do airbag, sem custo para os consumidores, a partir de em 30 de julho.

O problema parece não ter relação com o caso dos airbags da Takata que podem inflar com muita força e expelir fragmentos. A Takata e a Ferrari não comentaram.

Veja modelos de veículos que tiveram recall em 2015