Tamanho do texto

Setor gerou cerca de 58 mil vagas nos últimos três anos; pós-graduação permite aumentar em até 30% os salários na área

No atual cenário da economia brasileira, com fechamento de vagas e demissões em massa em diversos setores, o setor de tecnologia da informação é o ponto fora da curva. Nos últimos três anos, a área gerou cerca de 58 mil novas vagas - com salários acima da média.

TI gera muitos empregos com bons salários
Thinkstock/Getty Images
TI gera muitos empregos com bons salários

Deixando de fora o cargo de diretor, o rendimento médio do posto mais alto,  o gerente de TI, gira em torno de R$ 8 mil - podendo chegar a quase R$ 9 mil se o candidato for pós-graduado.  

Leia mais: Mercado prevê inflação de 8,97% neste ano, aponta Banco Central

Já o salário mais baixo entre os 5 maiores para um graduado na macro área de TI (Analista de Tecnologia da Informação Sênior) é de aproximadamente R$ 3,6 mil. O valor que pode crescer em até 30% se o profissional tiver diploma de pós-graduação.

Apenas em maio de 2015, o setor de tecnologia anunciou 10.867 vagas na Catho, site de empregos líder no Brasil. Quanto aos cargos com mais vagas abertas atualmente, Analista/Técnico de Suporte aparece no topo da lista. As vagas de Desenvolvedor vêm em segundo e, fechando as três primeiras, Programador.

A máxima comum do profissional de tecnologia da informação é o cargo de Diretor de TI, que no Brasil possui média salarial de R$17.784,03. Com base nos dados do Guia de Profissões e Salários da Catho, 32% desses diretores possuem MBA e 38% são graduados em sistema da informação, mas a oferta de vagas é baixíssima.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.