Tamanho do texto

Em maio, viagens ao exterior apresentaram queda de 42% em relação ao mesmo mês do ano passado

Os brasileiros gastaram em viagens ao exterior US$ 8,291 bilhões, de janeiro a maio deste ano. A quantia representa uma queda de 21% em relação ao igual período do ano passado, de acordo com divulgação do Banco Central (BC) nesta segunda-feira (22).

Dóar alto puxou a redução dos gastos lá fora
Thinkstock/Getty Images
Dóar alto puxou a redução dos gastos lá fora

De janeiro a maio, as receitas de estrangeiros no Brasil chegaram a US$ 2,498 bilhões ante US$ 2,791 bilhões em igual período do ano passado. Em maio, essas receitas somaram US$ 417 milhões.

Leia mais:  Desistência da compra de imóvel eleva número de queixas; veja direitos

Segundo o chefe do Departamento Econômico do BC, Tulio Maciel, a alta do dólar é o principal fator que influencia a redução dos gastos em viagens internacionais. “É um item [das contas externas] muito sensível à taxa de câmbio. Um dos primeiros itens a responder à alta do dólar”, disse. Outro fator para essa diminuição nos gastos é a queda na atividade econômica.

Os dados preliminares deste mês também mostram redução nesses gastos. Até o dia 18 deste mês, ficaram em US$ 1,027 bilhão. O BC projeta queda de 17% nos gastos em junho, em comparação ao mesmo mês de 2014. As receitas deixadas por estrangeiros em viagem no Brasil também devem cair este mês por causa do efeito da Copa do Mundo, no ano passado. 

O BC espera que o déficit na conta de viagens internacionais, formado pelos gastos de brasileiros e receitas de estrangeiros, feche este ano em US$ 14,5. A projeção anterior era US$ 16 bilhões.

Veja também: 

Empresas que se beneficiam com a alta do dólar


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.