Tamanho do texto

MP-Procon da Paraíba responsabilizou bancos por assaltos, arrombamentos e explosões em agências e caixas eletrônicos

A diretoria regional de Campina Grande do MP-Procon (Programa de Proteção e Defesa do Consumidor do Ministério Público da Paraíba) multou, nas duas últimas semanas, a Caixa Econômica Federal (CEF) e o HSBC. De acordo com o órgão, os bancos não tomaram as medidas necessárias para garantir a segurança dos clientes que frequentam as agências e os caixas eletrônicos.

Multas aplicadas aos grandes bancos na PB, desde maio, já somam R$ 20 milhões
EBC
Multas aplicadas aos grandes bancos na PB, desde maio, já somam R$ 20 milhões

A Caixa foi multada em R$ 1,3 milhão por 19 infrações penais (entre assaltos, arrombamentos e explosões) do Código de Defesa do Consumidor. Já o HSBC recebeu multa de R$ 210 mil por 3 infrações do mesmo tipo. Os casos ocorreram entre 2011 e 2015, de acordo com o levantamento realizado pelo Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) do MP-PB. 

Relembre: Bradesco liderou queixas contra bancos em abril, aponta BC

Procurado pelo  iG , o HSBC respondeu, por meio de nota, que o banco não iria comentar o caso. Já a Caixa não respondeu até a publicação desta notícia.

Histórico recente de multas na PB

De maio a junho, os seis maiores bancos brasileiros atuantes na Paraíba já foram penalizados pelo órgão ministerial em multas que totalizam cerca de R$ 20 milhões: o Itaú foi condenado ao pagamento de multa de R$ 1,6 milhão, o Banco Santander foi condenado a pagar R$ 3,7 milhões e o Banco do Brasil e o Bradesco foram multados em R$ 6 milhões, cada um.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.