Tamanho do texto

Procura por esse serviço de alto luxo aumenta também em feriados como o carnaval, além do período de férias escolares

Utilização de jatos e helicópteros privados cresce para viagens nas férias
Divulgação
Utilização de jatos e helicópteros privados cresce para viagens nas férias

Empresários e executivos têm utilizado cada vez mais jato ou helicóptero particular para encurtar as distâncias e ganhar tempo em deslocamentos. Mas uma tendência observada pela Avantto, empresa de compartilhamento de aeronaves, é que a procura por voos para lazer aumentou mais de 15% em junho, se comparado ao mesmo período do ano passado.

Segundo a Avantto, há uma grande perspectiva para que esse número aumente ainda mais ao longo do ano de 2015. 

Leia mais:  Procura por helicópteros e jatos para viagens de lazer cresce até 30% no verão

As causas para elevação pela procura desse serviço de alto padrão, seriam a falta de infraestrutura aeroportuária, o fluxo intenso de tráfego aéreo, condições ainda precárias de grandes aeroportos e atraso de voos.

Em fevereiro, reportagem do iG apontou que o verão e o carnaval fazem a procura por voos em helicópteros e jatos crescer até 30% em relação a outros meses do ano ano. E com isso cresce também a procura por serviços de compartilhamento de aeronaves.

"A escolha por jatos executivos não se restringem a dias de semana. A aviação executiva é uma multiplicadora de tempo e executivos acostumados a ter este benefício começam a estendê-lo aos momentos de férias, para viajar com os amigos ou familiares”, analisa Rogério Andrade, presidente da Avantto.

Um dos clientes da Avantto, o empresário Manoel Assunção, de 59 anos, usa a aviação executiva cerca de três vezes por mês e confirma. "Tem a questão do tempo, o deslocamento até o aeroporto, o embarque, o raio-x. Você espera duas horas para entrar em um voo comercial. Além dos atrasos e cancelamentos. Nos voos particulares, chego ao aeroporto e já decolo", ressalta Assunção.

Opção por jatos é comodidade e agilidade no embarque, diz usuário
Divulgação
Opção por jatos é comodidade e agilidade no embarque, diz usuário


O cliente afirma ainda que grande parte dos voos que realiza é para lazer. "Geralmente, vou para Angra dos Reis e Búzios de helicóptero. Quando opto por utilizar voos comerciais é normalmente para trabalho, embora o particular compense mais pelo tempo e conforto. Além disso, utilizo voos particulares até cidades que não têm aeroportos ou que exigiriam muitas escalas", conta.

FOTOS: as melhores aéreas do mundo segundo a eDreams (nota máxima 5)



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.