Tamanho do texto

Agora, para fazer a consulta, o contribuinte deverá informar o número de inscrição no CPF e a data de nascimento

Agência Brasil

A Receita Federal liberou nesta segunda-feira (1º) o novo Comprovante de Situação do Contribuinte no Cadastro de Pessoas Físicas (CPF). De acordo com o Fisco, o documento é importante porque garante a regularidade do contribuinte no cadastro com maior segurança. Além disso, há maior transparência sobre a real situação cadastral, diminuindo os riscos de fraudes.

Agora, para fazer a consulta , o contribuinte deverá informar o número de inscrição no CPF e a data de nascimento. Após inserir os dados, serão emitidas as informações sobre o contribuinte. Além da situação cadastral, o documento apresenta a data de nascimento e a data da inscrição no CPF. Os contribuintes poderão utilizar ainda o aplicativo Pessoa Física disponível paradispositivos móveis.

Leia também:

Mercado financeiro: Selic deve subir pela sexta vez seguida esta semana

Como uma caixa de tomates virou uma franquia milionária

A autenticidade do comprovante pode ser confirmada por meio do serviço Confirmação da Autenticidade do Comprovante de Inscrição ou de Situação Cadastral, disponível no site da Receita.

O CPF é um banco de dados administrado pela Receita, que armazena informações dos contribuintes. Sem o registro, é impossível abrir conta em banco, retirar passaporte, fazer compras a crédito em lojas e no comércio em geral, entre outras coisas.

VEJA TAMBÉM:  Você sabe quais são as profissões mais estressantes de 2015?


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.