Tamanho do texto

Foram encontradas falhas nas boas práticas de produção dos produtos Teoxane, importados pelo laboratório Cristália

Agência Brasil

Teosyal, injeção antirrugas da marca suíça Teoxane que teve comercialização suspensa
Divulgação
Teosyal, injeção antirrugas da marca suíça Teoxane que teve comercialização suspensa

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou hoje (1º) a suspensão da importação, distribuição, comercialização e do uso de todos os produtos fabricados pela empresa Teoxane, localizada na Suíça. Segundo a Anvisa, foram detectadas irregularidades na inspeção para verificação de boas práticas de fabricação.

A Teoxane é fabricante do produto Teosyal, importado pelo laboratório brasileiro Cristália Produtos Químicos e Farmacêuticos, que deverá promover o recolhimento de todo estoque do produto existente no mercado. A linha de produtos Teosyal é feita à base de ácido hialurônico, utilizado em tratamentos para a pele.

Leia também:

- Anvisa suspende fábricação, venda e propganda de cosméticos

- Anvisa suspende vendas de lotes do antiinflamatório Ibuprotrat

O Cristália informou que “por força contratual, solicitou que a fabricante suíça Teoxane se pronuncie sobre a decisão da Anvisa”. O laboratório disse que o produto Teosyal tem distribuição restrita a clínicas e profissionais de saúde.

“Não há relato de questionamento quanto à sua eficácia e segurança através do serviço de atendimento ao consumidor. O laboratório atua de acordo com a legislação brasileira e está tomando as providências regulatórias e legais pertinentes ao caso”, informou a empresa, em nota.

Assim como o laboratório Cristália, qualquer outro importador deverá suspender a comercialização dos produtos da Teoxane. A resolução da Anvisa foi publicada no Diário Oficial da União.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.