Tamanho do texto

O Comitê de Política Econômica (Copom) elevou a Selic, que estava em 12,25%, na tentativa de controlar a inflação

Na noite desta quarta-feira (4), o Comitê de Política Monetária (Copom), do Banco Central (BC), anunciou o aumento da taxa básica de juros (Selic) de 12,25% ao ano para 12,75% ao ano.

A 12,75% ao ano, a Selic chega ao mesmo patamar de janeiro de 2009.

Banco Central tenta controlar a inflação com a alta da Selic
Arquivo/ Agência Brasil
Banco Central tenta controlar a inflação com a alta da Selic

A decisão foi tomada por unanimidade e sem viés de alta (que indica a provável manutenção da taxa atual na próxima reunião do comitê). O Banco Central decidiu adotar uma política mais rigorosa de controle da inflação por meio da alta da Selic em maio de 2013, quando a taxa passou de 7,25% para 7,50%. Segundo a nota divulgada pelo Copom, a decisão foi tomada "avaliando o cenário macroeconômico e as perspectivas para a inflação".

Para o consumidor, a oscilação da Selic influencia os juros cobrados em operações de crédito, como o rotativo no cartão e cheque especial. 

Votaram os seguintes integrantes do Copom: Alexandre Antonio Tombini, Aldo Luiz Mendes, Altamir Lopes, Anthero de Moraes Meirelles, Carlos Hamilton Vasconcelos Araújo, Luiz Awazu Pereira da Silva, Luiz Edson Feltrim e Sidnei Corrêa Marques.

As próximas reuniões do Copom estão agendadas para os dias 28 e 29 de abril. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.