Tamanho do texto

Funcionários pedem que a empresa cumpra acordo de pagar valores referentes ao Programa de Participação nos Resultados

Cerca de 350 funcionários de cinco turnos de trabalho da empresa aérea TAM estão paralisados no Aeroporto Internacional de São Paulo – Guarulhos, desde às 5h de hoje (1). Eles pedem que a empresa cumpra com o acordo de pagar os valores referentes ao Programa de Participação nos Resultados (PPR). De acordo com a diretora de comunicação do Sindicato dos Aeroviários de Guarulhos (SindiGru), Débora Cavalcanti, o pagamento deveria ser feito em abril, mas em março a empresa anunciou que os funcionários nada receberiam.

“Na TAM, o pagamento da PPR é feito no mês de abril. Os funcionários têm um ano corrido para atingir as altas metas estabelecidas pela empresa. Só que neste ano houve rumores de que haveria o pagamento, mas em março a TAM anunciou que o percentual pago aos funcionários seria zero. Os trabalhadores ficaram decepcionados e resolveram fazer esta paralisação”, explicou Débora.

Além do não pagamento do PPR, os funcionários reclamam de má gestão e das condições de trabalho. “A empresa também não paga as horas extras regularmente. Para recebermos precisamos reclamar no sindicato, que pressiona a TAM para pagar. Enquanto essas questões não forem resolvidas os trabalhadores não voltarão aos seus postos”, disse. Os funcionários já montaram uma comissão para negociar com a empresa, que também tem representantes no local.

A TAM não se pronunciou sobre a paralisação. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.