Tamanho do texto

A previsão da Febraban é que o crescimento do estoque do crédito do país seja de cerca de 11% sobre este ano

O volume de empréstimos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) não vai cair em 2015, mas apenas crescer menos do que nos últimos anos, previu nesta quinta-feira (11) o presidente da entidade que representa os bancos, Febraban, Murilo Portugal.

"Não acredito em queda, acho que vai ter uma desaceleração", disse Murilo Portugal. "Pode ter mudança na forma das concessões."

De acordo com Portugal, o mercado de capitais não deve preencher de forma automática a demanda por crédito que eventualmente surja da menor atuação do BNDES.

A previsão da Febraban é que o crescimento do estoque do crédito do país seja de cerca de 11% sobre este ano.

O BNDES desembolsou R$ 129,7 bilhões nos primeiros nove meses deste ano, queda de 1% frente à mesma etapa do ano passado, com baixa nos financiamentos para a indústria, informou a instituição no final de novembro.