Tamanho do texto

IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de energia elétrica e aluguel de imóveis

Reuters

IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos de aluguel de imóveis
Thinkstock/Getty Images
IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos de aluguel de imóveis

O Índice Geral de Preços-Mercado (IGP-M) subiu 0,20% em setembro, contra queda de 0,27% em agosto, com avanço dos preços no atacado e aceleração da alta no varejo, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV), nesta segunda-feira (29).

LEIA MAIS: BC reduz projeção de expansão do PIB a 0,7% e vê inflação perto do teto

A expectativa em pesquisa da Reuters era de alta de 0,33% do indicador em setembro. Na segunda prévia de setembro, o indicador havia avançado 0,31%.

O Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), que mede a variação dos preços no atacado e responde por 60% do índice geral, subiu 0,13% em setembro, contra queda de 0,45% no mês anterior.

Já o Índice de Preços ao Consumidor, com peso de 30% no IGP-M, acelerou a alta para 0,42%, frente à variação positiva de 0,02 por cento em agosto.

O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC), por sua vez, avançou 0,16%, após alta de 0,19%.

O IGP-M é utilizado como referência para a correção de valores de contratos, como os de energia elétrica e aluguel de imóveis.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.