Tamanho do texto

Os únicos setores em que a confiança melhorou ligeiramente em setembro foram os de serviços e construção

Reuters

Expectativas de inflação entre as famílias e produtores continuou a cair
AFP
Expectativas de inflação entre as famílias e produtores continuou a cair

A confiança econômica da zona do euro se deteriorou em setembro para níveis vistos pela última vez no final de 2013 e as expectativas de inflação entre as famílias e produtores continuou a cair.

LEIA MAIS: Risco de deflação na zona do euro é muito baixo, aponta Comissão Europeia

A Comissão Europeia informou nesta segunda-feira (29) que a confiança econômica nos 18 países que usam o euro caiu a 99,9 neste mês contra 100,6 em agosto. Economistas consultados pela Reuters esperavam queda para 100,0.

O índice foi pressionado por consumidores, varejistas e indústrias menos otimistas. Os únicos setores em que a confiança melhorou ligeiramente em setembro foram os de serviços e construção.

A queda do otimismo foi espelhada por um recuo no índice de clima de negócios para a zona do euro, que segundo a Comissão ficou em 0,07 em setembro, contra 0,16 em agosto, menor nível desde outubro de 2013.

A expectativa de inflação do consumidor, medida como tendências esperadas de preço ao consumidor nos próximos 12 meses, caiu a 4,0 neste mês ante 6,6 em agosto, dando continuidade ao declínio visto desde dezembro de 2013, quando estava em 15,1.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.