Tamanho do texto

O número de novos pedidos caiu em 36 mil na semana encerrada em 13 de setembro, para 280 mil

Reuters

Trabalhadora na linha de produção de TVs na Element Electronics, nos Estados Unidos
Reuters
Trabalhadora na linha de produção de TVs na Element Electronics, nos Estados Unidos

O número de norte-americanos que entraram com novos pedidos de auxílio-desemprego caiu mais que o esperado na semana passada, sugerindo que a forte desaceleração na abertura de vagas no mês passado provavelmente foi pontual.

LEIA MAIS: Por que a geração "selfie" não consegue emprego nos EUA?

O número de novos pedidos caiu em 36 mil na semana encerrada em 13 de setembro, para 280 mil, segundo números ajustados sazonalmente, informou o Departamento do Trabalho nesta quinta-feira. Foi o menor nível desde julho.

Os dados da semana anterior foram revisados para mostrar mil pedidos a mais do que divulgado anteriormente.

Economistas consultados pela Reuters haviam estimado que os pedidos recuariam para apenas 305 mil na semana passada.

A média móvel de quatro semanas, considerada uma medida melhor das tendências do mercado de trabalho já que atenua a volatilidade semanal, recuou em 4.750 pedidos, para 299.500.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.