Tamanho do texto

No fim do mês passado, o Conselho de Administração da Eletrobras aprovou a aquisição do controle da empresa goiana

Reuters

Indústrias pagarão 24,97% a mais
Getty Images
Indústrias pagarão 24,97% a mais

A diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou nesta terça-feira reajuste médio de 21,64% nas tarifas de energia da distribuidora Celg, de Goiás, a ser aplicado a partir de 12 de setembro.

Para os clientes que recebem energia em baixa tensão, como as residências, o reajuste será de 19,85%, enquanto os de alta tensão, como as indústrias, pagarão 24,97% a mais.

Leia mais: Estatais de energia podem contratar novas operações de crédito

No fim do mês passado, o Conselho de Administração da Eletrobras aprovou a aquisição do controle da empresa goiana. A operação, que envolve a aquisição de 51% das ações ordinárias da Celg por cerca de R$ 59,5 milhões, ainda precisa ser ratificada em Assembleia Geral de Acionistas da Eletrobras, já marcada para o dia 26 de setembro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.