Tamanho do texto

Números foram divulgados hoje (8) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior

A balança comercial brasileira iniciou setembro com déficit (exportações menores que importações) de US$ 771 milhões. No acumulado do ano, o resultado, que chegou a ficar positivo em US$ 249 milhões no fim de agosto, está novamente no vermelho, em US$ 524 milhões. Os números foram divulgados hoje (8) pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.

No acumulado do ano, o resultado está no vermelho, em US$ 524 milhões
GBlakeley/Thinkstock
No acumulado do ano, o resultado está no vermelho, em US$ 524 milhões

O déficit semanal deveu-se a US$ 4,336 bilhões em exportações e US$ 5,107 bilhões em importações.

Leia mais:  Construtora atrasa imóvel e deve indenizar cliente 

Do lado das exportações, a média diária, que corresponde ao volume negociado por dia útil, ficou em US$ 867,2 milhões, 12,7% inferior à registrada em agosto de 2013. Nas compras do Brasil no exterior, a média ficou em US$ 1,021 bilhão, 13,7% acima de setembro do ano passado.

A receita com as vendas externas diminuiu para as três categorias da pauta de exportações: itens básicos (15,5%), manufaturados (11,6%) e semimanufaturados (5%). A comparação é com o mesmo mês de 2013, segundo o critério da média diária.

Entre os itens que contribuíram para a queda das exportações estão o milho, a soja em grão, minério de ferro e carne bovina. Do lado das importações, cresceram as compras de combustíveis e lubrificantes, aeronaves e peças, produtos siderúrgicos e farmacêuticos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.