Tamanho do texto

Campanha da empresa foi considerada de mau gosto após as duas tragédias que mataram 537 pessoas este ano

A companhia aérea Malaysia Airlines foi obrigada a mudar o nome de uma promoção de passagens aéreas considerada de mau gosto. Dois acidentes com os voos MH370 e MH17 , operados pela empresa, mataram ao menos 537 pessoas este ano.

A380 da Malaysia Airlines
Divulgação
A380 da Malaysia Airlines

De acordo com o jornal britânico The Guardian , o concurso "My Ultimate Bucket List" (em tradução livre, “Minha Última Lista de Tarefas Antes de Morrer”) oferecia passagens grátis para a Austrália e Nova Zelândia, mas foi considerado inapropriado após as tragédias.

Os clientes que reservaram passagens entre 1º de setembro e 31 de dezembro foram incentivados a contar à empresa quais destinos estavam em suas listas antes de morrer. As respostas mais criativas seriam premiadas com viagens em classe econômica para estes lugares.

Leia mais:  Malaysia Airlines: tragédia deve encarecer passagens aéreas

"A Malaysia Airlines mudou o nome de uma recente promoção de voos na Austrália e Nova Zelândia, uma vez que foi considerado impróprio neste momento", afirmou a empresa em nota publicada nesta quarta-feira (3).

"A campanha havia sido aprovada com a nomenclatura que refere-se a uma expressão comum em ambos países. A companhia se importa e respeita os sentimentos do público e de maneira alguma pretendia ofender qualquer pessoa", informou.

O concurso foi renomeado para "Ganhe um iPad ou um voo para a Malaysia", de acordo com o comunicado.

Relembre tragédia com o voo MH 17 da companhia Malaysia Airlines:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.