Tamanho do texto

Presidente diz acreditar que operação não terá dificuldades

Reuters

O presidente da Telefônica Brasil, Antonio Carlos Valente, disse nesta terça-feira (2) que está otimista com relação à apreciação do ponto de vista concorrencial da compra da GVT pela empresa, processo que deve ser formalmente concluído em até 90 dias.

Logo da Telefónica
Divulgação
Logo da Telefónica

"Acreditamos que a operação não deve oferecer dificuldades maiores do ponto de vista concorrencial", disse a jornalistas após evento em Brasília.

Leia mais:  Carro sem motorista chegará a 75% do mercado em 2035

Segundo ele, desde que a francesa Vivendi anunciou que vai negociar a venda da GVT exclusivamente com a Telefônica, começou a correr um prazo de até 90 dias para que se chegue a um desenho final da operação para que ela possa ser então submetida formalmente às autoridades competentes como o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Valente disse esperar que o negócio seja concluído em um prazo ainda menor que esse e acrescentou que a empresa não está participando de supostas conversas sobre uma eventual oferta para a compra fatiada da TIM Participações juntamente com outras empresas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.