Tamanho do texto

Piso para transação entre bancos cai de R$ 1 mil para R$ 750

Murilo Portugal Filho, presidente da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN)
Marcelo Camargo/ABr
Murilo Portugal Filho, presidente da Federação Brasileira de Bancos (FEBRABAN)

Os bancos brasileiros reduziram de R$ 1.000 para R$ 750 o valor mínimo para a realização de Transferência Eletrônica Disponível (TED), que permite mandar dinheiro de um banco para outro no mesmo dia.  O novo limite está disponível desde a última sexta-feira (4), segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban) .

O  piso tem por objetivo evitar uma sobrecarga de operações do tipo, mas ele tem sido constantemente reduzido. Em 2002, quando a TED foi lançada, o piso era de R$ 5 milhões.

O fato de permitir transferências no mesmo dia torna a TED mais atrativa que o Documento de Operação de Crédito (DOC). Nessa opção, é preciso aguardar pelo menos um dia para que o dinheiro esteja disponível na conta de destino.

De acordo com uma pesquisa recente da Febraban, as transferências eletrônicas – o que inclui DOC e TED – representavam 46%  do volume de transações em 2013, ante 28% em 2009.