Tamanho do texto

Pesquisa do Dieese aponta queda de 11,1% para 10,9% na taxa média de desemprego em seis regiões metropolitanas

Total de pessoas ocupadas foi estimado em 18,55 milhões de pessoas
Agência Brasil
Total de pessoas ocupadas foi estimado em 18,55 milhões de pessoas

Pelo menos 2,26 milhões de pessoas, que vivem em seis regiões metropolitanas, estavam desempregadas em maio, segundo a Pesquisa de Emprego e Desemprego divulgada nesta quarta-feira (25) pela Fundação Sistema Estadual de Análise de Dados e pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos.

A pesquisa, feita em Belo Horizonte, Fortaleza, Porto Alegre, no Recife, em Salvador e São Paulo, informa que a taxa média de desemprego passou de 11,1% em abril para 10,9% em maio. O total de pessoas ocupadas foi estimado em 18,55 milhões de pessoas e a População Economicamente Ativa em 20,82 milhões.

Leia também: O que você precisa para mudar de emprego em 2014

Segundo a pesquisa, o nível de ocupação aumentou no Recife (1,4%) e em Belo Horizonte (0,9%), mas recuou em Porto Alegre (-1,8%) e Fortaleza (-0,5%). As variações em Salvador (-0,3%) e em São Paulo (-0,2%) foram consideradas estáveis.

Entre os setores de atividade econômica analisados, o nível de ocupação aumentou em serviços (0,7%, com a criação de 74 mil postos de trabalho) e na construção (2,5%, com aumento de 37 mil postos de trabalho).

Houve retração nas áreas de comércio e reparação de veículos automotores e motocicletas (-2,5% ou eliminação de 89 mil postos de trabalho), e na indústria de transformação (-1,7% com 48 mil postos de trabalho a menos).

O rendimento médio real dos ocupados subiu 0,5% nas seis regiões analisadas em comparação a abril, passando a R$ 1.735.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.