Tamanho do texto

Fabricante de smartphones registrou resultado melhor que as expectativas nesta quinta-feira e ações dispararam 13%

Reuters

A fabricante de smartphones BlackBerry divulgou prejuízo trimestral menor que o esperado pelo mercado nesta quinta-feira (19), em um momento em que cortes de custos e outros esforços por mudanças começaram a surtir efeito.

Leia mais:  "Temos problemas, mas não estamos mortos", diz CEO da BlackBerry

As ações da companhia saltavam mais de 13% na Nasdaq às 11h12 (horário de Brasília), após a BlackBerry anunciar menor queima de caixa do que muitos esperavam. A companhia também divulgou aumento da margem bruta na comparação anual.

Margem bruta da empresa aumentou no período
Getty Images
Margem bruta da empresa aumentou no período

"Os tempos em que investidores apostavam na queda da ação da companhia acabaram no momento", disse o analista Colin Gillis, da BGC. "Eles têm liquidez o suficiente e nos deram metas de rentabilidade claras", completou.

Excluindo itens extraordinários, a companhia gastou US$ 255 milhões no período, significativamente menos do que os US$ 784 milhões gastos no seu quarto trimestre fiscal.

A BlackBerry tem cortado custos e reduziu mais da metade de sua força de trabalho nos dois últimos anos, como parte de uma última tentativa de reviver seus negócios, após perder espaço para o iPhone, da Apple, e para aparelhos da Samsung Electronics que usam o sistema Android, do Google.

A companhia sediada em Ontario divulgou receita líquida de US$ 23 milhões, ou 0,04 dólar por ação, contra perda de US$ 84 milhões, ou 0,16 dólar por ação, um ano antes.

Excluindo um ganho contábil não recorrente e não caixa e alguns encargos com reestruturação, houve prejuízo de US$ 60 milhões, ou 0,11 dólar por ação.

Analistas, em média, esperavam perda de 0,25 dólar por ação, segundo a Thomson Reuters I/B/E/S. A receita trimestral caiu para US$ 966 milhões, ante US$ 3,07 bilhões um ano antes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.