Tamanho do texto

Maior risco de default na dívida em moeda estrangeira incentivou o rebaixamento da nota

A agência de classificação de risco Standard & Poor's rebaixou o rating da Argentina a "CCC-", ante "CCC+", citando maior risco de default na dívida em moeda estrangeira do país.

Leia mais:  Gaúchos sugerem cautela na exportação para a Argentina

A Suprema Corte dos Estados Unidos se recusou na segunda-feira a ouvir o recurso da Argentina sobre sua tentativa de evitar o pagamento de US$ 1,33 bilhão a credores de fundos de hedge.

"O governo da Argnetina tem capacidade limitada de pagar os credores que entraram com a ação e, ao mesmo tempo, o serviço da dívida", afirmou a S&P.

A agência de classificação de risco confirmou o rating da dívida de curto prazo em moeda estrangeira em "C", afirmando que uma interrupção de pagamentos devido a determinações adversas da justiça não devem afetar a capacidade do governo de honrar a dívida emitida em moeda local.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.